terça-feira, 30 de abril de 2019

Luciana Santos assume o Governo de Pernambuco


Publicado em Notícias por  em 30 de abril de 2019
Pela primeira vez na história do Estado, uma mulher assume o comando do Governo do Estado.
Em decorrência de uma viagem, em missão oficial, para a Colômbia, o governador Paulo Câmara transmitiu o cargo, hoje, à vice-governadora Luciana Santos, que ficará no posto até o próximo domingo (05).
Durante este período, o chefe do Executivo estadual estará no país vizinho para conhecer experiências exitosas nas áreas de combate e prevenção a violência e mobilidade. A cerimônia de transmissão de cargo foi realizada no Palácio do Campo das Princesas, no Recife, e contou com a participação de deputados, secretários estaduais e integrantes de movimentos da juventude e de mulheres.

Já no cargo, a governadora em exercício fez questão de agradecer a confiança de Paulo Câmara, destacando a passagem de comando como um ato emblemático na luta das mulheres por espaços cada vez mais justos e iguais em todas as áreas, inclusive na política. “É um marco histórico, simbólico”, disse.
Madalena França via Nill Junior

Beth, a que sempre deu a mão, sem nunca trair seu povo


Foi-se, agora à tarde, Beth Carvalho, brizolista desde sempre, que emprestou não só a sua voz para um jingle eleitoral do velho líder, em 2000, como sua própria casa para que o gravássemos.
Beth nunca faltou ao lado da política progressista, ela própria filha de um bairro popular, no centro do Rio, a Gamboa.
Sempre esteve próxima de Lula, também e não deixou de apoiá-lo nunca. A última vez que a vi foi num ato público de apoio ao petista, em 2016, já com a saúde debilitada, em uma cadeira de rodas.
Foi, junto com Clara Nunes, um das duas grandes revitalizadoras do samba, nos anos 70 e a ele – e aos sambistas – também nunca faltou. Era  a “madrinha”, a que emprestava sua fama e prestígio aos compositores mais humildes, embora tivesse também as músicas dos “medalhões” para gravar.
Sua voz era sempre ouvida, até mesmo em Marte, quando, em 1997, sua gravação de “Coisinha do Pai” pôs em funcionamento um robô enviado pela Nasa até Marte.
Mas era aqui no Rio e, especialmente, na Mangueira, onde ela nunca foi de outro planeta. Era do chão batido pelos pés dos sambistas.
Beth Carvalho vai, mas fica, não apenas na memória de tantas músicas, mas na memória da coerência de quem sempre deu a mão ao povo e jamais pagou com traição a tanta gente que lhe deu a mão, os ouvidos e os carinhos.
A estes, acho, se ela pudesse ainda deixar um conselho, seria este, aí embaixo:

Madalena França via tijolaço
  •  
  •  

Brasil e o samba em Luto : Morre Beth Carvalho aos 72 anos...

Nesta terça-feira (30), morreu a  cantora Beth Carvalho, aos 72 anos, no Rio 
de Janeiro. A sambista estava internada desde o dia 8 de janeiro no hospital 
Pró-Cardíaco. A causa da morte ainda não foi divulgada.
 Segundo informações do site 'R7', Beth sofria com problemas de saúde há anos. 
Em 2018, a cantora enfrentou problemas na coluna e sem conseguir ficar de pé, a estrela se apresentou deitada em um divã. 
A notícia foi divulgada agora pouco  no Notícia ao Minuto e as redes sociais já falam com
 saudade dessa grande
 Mulher.
A Beth era uma defensora do samba, da cultura e das causas sociais.
Que Deus o acolha no Paraíso e que ela descanse em paz.
Infelizmente o Samba ficou mais triste.
Por Madalena França


Ministro do Meio Ambiente foge de catadores de recicláveis em Curitiba




O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, fugiu de coletores de lixo reciclável que protestavam na manhã de hoje (30), em Curitiba. Até uma banda do Exército tocou para
O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, fugiu de coletores de lixo reciclável que protestavam na manhã de hoje (30), em Curitiba
Até uma banda do Exército tocou para o ilustre ministro, que não compareceu ao evento previsto na tradicional Boca Maldita (centro da capital paranaense).
Segundo Mesael Caetano dos Santos, o Advogado dos Pobres, que tem escritório na região, cerca de 200 catadores de lixo reciclável começaram a vaiar o ministro antes mesmo da chegada dele.
Dentre os cartazes e faixas haviam os que pediam “Fora Ricardo Salles” e avisava em inglês “Salles, Brazil is not for sale” (“O Brasil não está à venda”).
Salles preferiu o conforto do ar condicionado na Votorantim, na periferia curitibana, cujo projeto “Programa Lixão Zero” consiste na empresa incinerar o lixo reciclável.
O repórter fotográfico Eduardo Matysiak flagrou a movimentação na manhã desta terça na Boca Maldita.
Madalena França Via Esmael Moral

Bolsonaro tem faniquito após revista Veja chamar de “golpe” movimento contra Maduro


O presidente Jair Bolsonaro (PSL) criticou matéria da revista Veja que classificava como “golpe de Estado” o movimento contra o presidente constitucional Nicolás Maduro. “A que ponto chegará o “ jornalismo”
O presidente Jair Bolsonaro (PSL) criticou matéria da revista Veja que classificava como “golpe de Estado” o movimento contra o presidente constitucional Nicolás Maduro.
“A que ponto chegará o “ jornalismo” da Veja?”, questionou, citando tuíte do astrólogo e seu guru Olavo de Carvalho.
A publicação da Abril havia anotado corretamente que “Autoridades internacionais apoiam ‘fase final’ do golpe contra Maduro na Venezuela”.
Após a enquadrada do capitão, porém, Veja modificou o título da publicação para “Autoridades internacionais apoiam movimentação de Guaidó”.
Independente do faniquito de Bolsonaro, o golpe de Estado fracassou novamente em Venezuela.
(Esmael Morais)
Postado por Madalena França

Em todo o país, atos do 1º de maio farão anúncio da greve geral


Madalena França via Esmael Morais
Os atos do 1º de maio convocados pela CUT, Força Sindical, Conlutas, Intersindical, Nova Central, CTB, UGT, CSB e CGTB -, em todo o país farão o anúncio oficial da greve geral contra o desmonte do sistema público de Previdência. Em São Paulo, o ato unificado será no Vale do Anhangabaú, a
Publicado em 29/04/2019
centrais sindicais-ato unificado-reforma da Previdencia-
Os atos do 1º de maio convocados pela CUT, Força Sindical, Conlutas, Intersindical, Nova Central, CTB, UGT, CSB e CGTB -, em todo o país farão o anúncio oficial da greve geral contra o desmonte do sistema público de Previdência.
Em São Paulo, o ato unificado será no Vale do Anhangabaú, a partir das 10h. O ato político será realizado em três blocos durante o período da manhã, com o anúncio oficial da greve por volta das 13h, seguido de apresentações culturais.
Entre as atrações musicais, já confirmaram presença Ludmilla, Leci Brandão, Marília Cecília e Rodolfo, Roberta Miranda, Felipe Araújo, Guilherme e Santiago, Yasmin Santos, Toninho Geraes, Dj Evelyn Cristina e Mistura Popular.
É a primeira vez na história que as centrais sindicais brasileiras se unem em um ato unificado de 1º de maio, especialmente para lutar em defesa do direito à aposentadoria de milhões de brasileiros e brasileiras.
Para o Secretário-Geral da CUT, Sérgio Nobre, essa unidade é fundamental para barrar a reforma da Previdência e, por isso, “é importante a realização de grandes atos do 1º de maio no Brasil inteiro”.
“Estamos construindo a greve geral e a realização de atos unitários em diversas cidades neste 1º de maio é mais uma demonstração de unidade, que será decisiva para barrar os retrocessos contra a classe trabalhadora, em especial a reforma da Previdência”, diz Sérgio.
*Com informações da CUT

Gasolina volta a subir e alta passa de 30% sob Bolsonaro


 por Madalena França via Esmael Morais 

A Petrobras anunciou reajuste no preço da gasolina nas refinarias em 3,5% a partir desta terça-feira (30). Desde o início do governo Bolsonaro, o aumento já ultrapassa 30%, mais de dez vezes a inflação do período. A alta do combustível puxa para cima a média dos preços de diversos produtos e aumenta o custo de vida da população em geral. Por enquanto, a Petrobras ainda não foi
Publicado em 30/04/2019
A Petrobras anunciou reajuste no preço da gasolina nas refinarias em 3,5% a partir desta terça-feira (30). Desde o início do governo Bolsonaro, o aumento já ultrapassa 30%, mais de dez vezes a inflação do período. A alta do combustível puxa para cima a média dos preços de diversos produtos e aumenta o custo de vida da população em geral.
Por enquanto, a Petrobras ainda não foi privatizada; mas ela já atua, desde o governo Temer, como se fosse. Os preços são ajustados pelo dólar e pelo preço internacional do petróleo. Tudo para agradar o “mercado” e os acionistas da empresa. O povo que se lixe.

Pelas mãos do Senador Fernando Bezerra Coelho chegará o presente de grego aos Pernambucanos: Bolsonaro vem ai...

Os planos de trazer Bolsonaro a Pernambuco ainda no mês de maio está sendo trabalhado pelo senador Fernando Coelho
Resultado de imagem para imagem de fernando bezerra coelho em Orobó


No mês do trabalhador, os pernambucanos pelo menos 90% deles, não gostariam de receber um presente tão indigesto.
Embora o governador de Pernambuco não seja também o que nós queríamos ter, não podemos reclamar dos deputados pernambucanos em Brasília. Com pequenas exceções,  uma delas é o Filho do senador e deputado do prefeito de Orobó, elegemos bons representantes para brigar por nós contra as Reformas que matam. João Campos, Marília Arraes, Túlio Gadelha, Carlos Vera estão dando show do bem nos seus discursos e decisões em Brasília.Agora mesmo o PSB fechou questão contra a Reforma da Previdência e só por isso, já vale o perdão ao governador Paulo Câmara por suas faltas.
 O blog do Magno martins anunciou em sua coluna de terça que o líder do Governo no Senado, Fernando Bezerra Coelho (MDB), está coordenando a programação da visita com o próprio Bolsonaro. A passagem pelo Estado está inicialmente marcada para maio, com agenda na Região Metropolitana e no Agreste. O elementar, entretanto, era o presidente chamar antes o governador para uma conversa. Arrepiou quando li a palavra Agreste! Esse senhor já esteve em Orobó e o filho dele vive por aqui.
Perguntar não ofende: Será que o prefeito de Orobó terá a coragem de trazer ao seu povo esse embrulho de Grego? 
A contar pela sua última escolha na campanha, não duvido nada que Edinho Soares anuncie em breve a festa do término da Aposentadoria para pobre e do Bem vindo Bolsonaro! não estou afirmando, apenas temendo essa possibilidade já que os Coelhos são parceiros políticos do prefeito Cléber Chaparral.
Por Madalena França.

segunda-feira, 29 de abril de 2019

Dono da Havan se veste de imperador para falar de previdência


Madalena França via Esmael Morais
O empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan, não tem medo do ridículo. Ele se fantasiou de imperador Dom Pedro I para simbolizar o atraso que a PEC da Previdência representa para os trabalhadores. A líder do governo na Câmara, deputada Joice Hasselmann (PSL), aparece junto no vídeo que foi publicado no Twitter do próprio Hang. A fantasia de Dom Pedro seria para
Publicado em 29/04/2019
O empresário Luciano Hang, dono das lojas Havan, não tem medo do ridículo. Ele se fantasiou de imperador Dom Pedro I para simbolizar o atraso que a PEC da Previdência representa para os trabalhadores. A líder do governo na Câmara, deputada Joice Hasselmann (PSL), aparece junto no vídeo que foi publicado no Twitter do próprio Hang.
A fantasia de Dom Pedro seria para conquistar a “independência” que, segundo eles, só virá com a “nova” Previdência. Eles querem é se livrar das obrigações e encargos trabalhistas.
Para os trabalhadores, resta trabalhar até morrer.
Assista ao vídeo do mico. Mas, para quem decora as próprias lojas com réplicas da estátua da liberdade, nem é tão espantoso, não é mesmo?

Brasil só terá independência se aprovar a Nova Previdência. E é por isso que estou assim: de Dom Pedro I. Estamos chegando aos 200 anos da independência, mas falta muito para termos a nossa liberdade. Somos uma nação jovem com déficit previdenciário de países velhos.
1.291 pessoas estão falando sobre isso

O latifúndio é sagrado, a vida não POR FERNANDO BRITO · 29/04/2019 O Brasil já é campeão de mortes provocadas por conflitos agrários. E, embora seja difícil metrificar isso, certamente é um dos maiores – senão o maior – índice de impunidade por elas. Jair Bolsonaro deu, hoje, o comando para que esta desgraça aumente, ao açular um feira ruralista dizendo que apresentará um projeto de lei descriminalizando o assassinato de quem for acusado de invadir terras. Ainda que o faça “armado” apenas de mulher, filhos e trouxas de roupa. Por que, diz o presidente, a propriedade rural “é sagrada”. A vida não é sagrada, pois. Estão revogados o Primeiro Mandamento e as disposições em contrário na lei dos homens.. Os cultivadores de “laranjais”, como Fabrício Queiroz, têm direito a um processo legal; o Ministro do Turismo tem direito, também, mas não os bóias-frias que colhem as laranjas de verdade. Com estes é a bala, como sempre foi, aliás. A diferença é que, ao menos, estávamos inconformados que fosse assim. Chico Mendes, Dorothy Stang, os mortos de Eldorado de Carajás eram vergonhas mas, hoje, parecem ser o exemplo do que o país deve fazer com quem não aceita ser expulso, corrido como cão sarnento de terras tão imensas que delas não se vê o fim. Agora, os “produtores” que nunca puseram a mão numa enxada, batem palmas e urram por seu “mito”, antes de embarcarem em suas camionetes de luxo, chacoalhando ao som do “sertanejo universitario. Sai o “Plante que o Governo garante” da ditadura e entra o “mate que o Bolsonaro garante”.


O Brasil já é campeão de mortes provocadas por conflitos agrários.
E, embora seja difícil metrificar isso, certamente é um dos maiores – senão o maior – índice de impunidade por elas.
Jair Bolsonaro deu, hoje, o comando para que esta desgraça aumente, ao açular um feira ruralista dizendo que apresentará um projeto de lei descriminalizando o assassinato de quem for acusado de invadir terras.
Ainda que o faça “armado” apenas de mulher, filhos e trouxas de roupa.
Por que, diz o presidente, a propriedade rural “é sagrada”.
A vida não é sagrada, pois. Estão revogados o Primeiro Mandamento e as disposições em contrário na lei dos homens..
Os cultivadores de “laranjais”, como Fabrício Queiroz, têm direito a um processo legal; o Ministro do Turismo tem direito, também, mas não os bóias-frias que colhem as laranjas de verdade.
Com estes é a bala, como sempre foi, aliás.
A diferença é que, ao menos, estávamos inconformados que fosse assim. Chico Mendes, Dorothy Stang, os mortos de Eldorado de Carajás eram vergonhas mas, hoje, parecem ser o exemplo do que o país deve fazer com quem não aceita ser expulso, corrido como cão sarnento de terras tão imensas que delas não se vê o fim.
Agora, os “produtores” que nunca puseram a mão numa enxada, batem palmas e urram por seu “mito”, antes de embarcarem em suas camionetes de luxo, chacoalhando ao som do “sertanejo universitario.
Sai o “Plante que o Governo garante” da ditadura e entra o “mate que o Bolsonaro garante”.
  •  
  •  

O Brasil já é campeão de mortes provocadas por conflitos agrários.
E, embora seja difícil metrificar isso, certamente é um dos maiores – senão o maior – índice de impunidade por elas.
Jair Bolsonaro deu, hoje, o comando para que esta desgraça aumente, ao açular um feira ruralista dizendo que apresentará um projeto de lei descriminalizando o assassinato de quem for acusado de invadir terras.
Ainda que o faça “armado” apenas de mulher, filhos e trouxas de roupa.
Por que, diz o presidente, a propriedade rural “é sagrada”.
A vida não é sagrada, pois. Estão revogados o Primeiro Mandamento e as disposições em contrário na lei dos homens..
Os cultivadores de “laranjais”, como Fabrício Queiroz, têm direito a um processo legal; o Ministro do Turismo tem direito, também, mas não os bóias-frias que colhem as laranjas de verdade.
Com estes é a bala, como sempre foi, aliás.
A diferença é que, ao menos, estávamos inconformados que fosse assim. Chico Mendes, Dorothy Stang, os mortos de Eldorado de Carajás eram vergonhas mas, hoje, parecem ser o exemplo do que o país deve fazer com quem não aceita ser expulso, corrido como cão sarnento de terras tão imensas que delas não se vê o fim.
Agora, os “produtores” que nunca puseram a mão numa enxada, batem palmas e urram por seu “mito”, antes de embarcarem em suas camionetes de luxo, chacoalhando ao som do “sertanejo universitario.
Sai o “Plante que o Governo garante” da ditadura e entra o “mate que o Bolsonaro garante”.(Tijolaço)
Por Madalena França
  •  
  •  

Vereadores denunciam falta de medicamentos e profissionais de saúde em Orobó

Postado por Madalena França 01/06/2020 - 14:20   GUILHERME AGUIAR Grande parte da população, principalmente os que sofrem com do...