sexta-feira, 31 de agosto de 2018

É um pesadelo ver de novo Jesus ser crucificado...




Imagem relacionadaÉ um pesadelo ver de novo Jesus ser crucificado. Caçado, preso e crucificado pelo tribunal de reis, Jesus foi o primeiro preso político do Novo Testamento. Entre dois ladrões, estava um inocente. Mas preferiram libertar Barrabás.
O Lula hoje não é Jesus, mas Jesus está nele. Jesus está em cada pessoa perseguida, humilhada, e prejudicada por causa da verdade e da digna Justiça.
Toda vez que deres comida a quem tem fome, de beber a quem tem sede , que fizeres um bem a um daqueles que nada tem, é a mim que o fazeis.
Ao crucificarem Jesus, entregaram a Satanás a força de dominar as mentes do mundo em escuridão.
O Lula seguiu nesse Brasil, o exemplo de Jesus. Deu abrigo as famílias, matou a fome de milhões de brasileiros, levou água pra quem morria de sede, levou luz elétrica e do saber, deu dignidade a nossa gente. Motivo pelo qual, o crucificam todo dia. Não é um homem apenas que hoje está sendo crucificado pelos demônios do Poder. Ao trancafiar o Lula, e desmontar o país e sua democracia, são milhares de vidas que estão matando de fome, de sede, nas filas dos hospitais, no desemprego que leva a marginalização. Não é apenas o Lula que estão "Matando", é a esperança e os sonhos do povo brasileiro.
O Crime do Lula foi querer ser bom para os pobres, como assim mandou Jesus. E ao seguir esse mandamento do amor ao próximo, ele se tornou o Mártir de hoje. Ele se esqueceu de que apesar de segui-lo, ele não era Deus. Não tinha o poder de remover a pedra do túmulo e ressuscitar. Assim como ele não pode, abrir aquela cela e sair ao encontro do seu povo.
Só tenho uma certeza, de que assim como Jesus que viveu ha dois mil anos atrás, não foi totalmente esquecido pelos que amam e vivem com justiça, o Lula jamais será esquecido por aqueles que temem a Deus e amam a verdade. Mataram o corpo físico de Jesus, mas não o seu Espírito de Luz e o seu Poder. Hoje voltam a crucificar Jesus quando "matam" milhões de Lulas a todo minuto neste Brasil, e consequentemente prendem o corpo do Lula, calam sua voz, esconde-o do mundo, mas não conseguem matar suas ideias e o amor da maioria dos Brasileiros.
Somos Milhões de Lula e por enquanto ainda estamos livres. a batalha só está começando. Haverá dias de ranger de dentes, e de muitos abutres da maldade, pedirem para morrer e não conseguirão, porque passa-se o céu e a terra mas as palavras do criador, não passarão.
Ai de mim se eu não disser a verdade que eu ouvir!
Jesus, tu és o Rei dos Judeus? e Jesus: Tu o dizes. O crime de Jesus também foi indeterminado.
Lula o triplex é seu? Tu o dizes. Provas!
E assim se faz a História. Do Passado e do presente.
Jesus, São Sebastião, irmã Dulce, Mandela, Luther King,Tiradentes, Zumbi do Palmares, Lula milhões de Lula
Todo aquele que ousa viver para o bem, sofre até um dia que Deus lhe chame à Vitória eterna.
Obrigado Lula , por ver Deus em tantas pessoas. Obrigada Deus por me dá o entendimento generoso de ver Deus no Lula e em todo injustiçado.

Por Madalena França.

Nem Fachin, o do ódio a Lula, acompanha Barroso


Ouça este conteúdo
Luiz Edson Fachin, o mais feroz dos ministros do STF, o homem que mandou manter Lula na cadeia, teve a ousadia de acompanhar Luiz Roberto Barroso na decisão de tratar a ONU como um bando de moleques sem valor.
Diz que Lula é inelegível, mas que o Brasil não pode deixar de cumprir a decisão da ONU que determina que ele deve ter sua candidatura aceita para disputar as eleições.
Fachin ainda aceita, ao contrário de Barroso, que seu ódio a Lula seja limitado pelas leis, inclusive, as internacionais.
Ao contrário de Barroso, ainda lhe resta um pouco de pudor jurídico.
O voto de Fachin não lhe mostra grandeza, mas é capaz de assinalar a pequenez de Barroso.
Mas vai além: é sinal que o Supremo tribunal Federal tende a deixar no ar a decisão que o TSE venha a consumar hoje para negar o registro de Lula.
Surgiu uma trinca no PSL.
Não o do Bolsonaro, mas o “partido dos sem Lula”.
Dos votos que restam, apena um tem peso: o de rosa Weber, porque é outra indicação do que pode acontecer no STF.

Madalena França Via Tijolaço.

Fernando Brito analisa o voto de Barroso : Não é um juiz, é um tirano, estampou na manchete.

Barroso não é um juiz, é um tirano

Ouça este conteúdo
Assisti, pacientemente, a leitura do diktat – aquilo não é um voto – de Luiz Roberto Barroso.
Foi além de tudo o que de pior se pudesse esperar.
Mistificou vergonhosamente, dizendo que o efeito suspensivo do artigo 26-A da Lei da Ficha Limpa, dizendo que só haveria suspensão da inelegilibilidade se esta houvesse sido decretada  por tribunal superior (STJ ou STF) quando o texto legal diz, claramente que se pode “suspender a inelegibilidade sempre que existir plausibilidade da pretensão recursal” e não decisão em recurso.
Numa palavra, torceu a lei.
Tergiversou da maneira mais constrangedora sobre a decisão do Comitê dos Direitos Humanos da ONU: “deve ser considerada, mas eu não a considero de cabo a rabo”.
Aliás, reduziu a decisão a um “palpite” de uns “rapazes  desinformados”.
Mas o ponto mais baixo de sua peroração foi quando decretou o “afastamento do artigo 16-A da lei eleitoral, que mantém os direitos do candidato enquanto o registro estiver sub-júdice.
Está sub-júdice, no entendimento de Barroso, aquilo que ele ainda não decidiu.
É óbvio que tudo que está em discussão judicial – e cabe recurso da decisão do TSE ao STJ e ao STF – está sub-júdice.
Neste caso, ainda pior, isso seja a negativa do que está expresso em lei e a negativa a tudo o que a Justiça Eleitoral praticou até hoje.
Barroso pretendeu cassar o duplo grau de jurisdição, que é outro princípio ao qual o Brasil aderiu, desta vez a Convenção Americana de Direitos Humanos que dispõe (artigo 8°, 2, h)  que “durante o processo, toda pessoa tem direito, em plena igualdade ao direito de recorrer da sentença para juiz ou tribunal superior.
Derivou daí para a chantagem expressa: enquanto o PT e aliados não aceitarem sua decisão e substituírem Lula como candidato, estarão fora do horário eleitoral.
Está claro, para quem não quiser ser cego, que não há um julgamento, com ponderação, análise, prudência.
As cartas, marcadas, estão lançadas.
É, agora, dizer ao povo: não há justiça para quem quiser dissentir do coro das elites.
Já não temos uma eleição, temos uma tirania a ser derrubada, se tivermos força, pelo voto do povo, que se quer castrar.
Madalena França Via Tijolaço.

O Tribunal da Globo começa a “executar” Lula


Ouça este conteúdo
Daqui a pouco, começa a sexta-feira da vergonha no Tribunal Superior Eleitoral.
A Rede Globo exige-lhe uma solução rápida e final.
Leia-se: cassação do registro de Lula, proibição de que ele fale e até mesmo seja visto na propaganda eleitoral.
Os ministros que se virem para gaguejarem desculpas para ignorarem a determinação da ONU de que seja garantido o direito de Lula concorrer e de participar da campanha.
Luiz Roberto Barroso e Rosa Weber não ter de passar a vergonha de, depois de terem dito em outras ocasiões que o Brasil deve cumprir decisões a que se obrigou pelo Pacto pelos Direitos Humanos, que desta vez ele “não vem ao caso”.
Se não se anteciparem para cassar o registro, não ter de fazer outra pirueta: como impedir Lula de aparecer na TV e no rádio se o artigo 26 da Lei 9.504/97 diz. literalmente: “O candidato cujo registro esteja sub judice poderá efetuar todos os atos relativos à campanha eleitoral, inclusive utilizar o horário eleitoral gratuito no rádio e na televisão e ter seu nome mantido na urna eletrônica enquanto estiver sob essa condição”.
Só se disserem: nós somos ministros, deixamos, mas a Doutora Carolina Lebbos, carcereira de Lula, não deixa.
Ou adotarem a incrível tese do Ministério Público que, não se pode “desperdiçar” os custos do horário eleitoral gratuito com um candidato que é “inelegível”, embora este esteja no gozo pleno de seus direitos políticos.
É terrível ver a Justiça Eleitoral, criada para termos eleições limpas, esfregar-se na lama para impedir que se candidate – e até que se manifeste – o homem que tem, disparado, a maior preferência do eleitorado.
PS. Depois de muito despiste, o TSE confirmou que julgará o registro de Lula. Fará o mal de uma vez.
 Madalena frança via Tijolaço

Hoje começa para valer o programa eleitoral no rádio e na TV: Orobó tem o quadro praticamente definido. E você já escolheu o seu?

Fique de Olho ! Hoje começa pra valer, acompanhe e decida. Quem melhor lhe representa?


Grupo do prefeito e seus Aliados.

A imagem pode conter: 4 pessoas, pessoas sorrindo, pessoas em pé, multidão e atividades ao ar livre

Vamos começar pela primeira via, a situação.
O grupo de maior número de apoiadores , digo de políticos seguidores do time da pesada em Orobó, parte da Câmara e o chefe vão de Temer.
Há poucos dias o prefeito e sua dama que é também candidata abriram o "curral " das imediações da mansão em caiçara, para apresentar seus candidatos às suas lideranças e curiosos. Apresentaram: Governador, o empresário Armando Monteiro, Senador FBC, e deputados estadual a Esposa e veja você mesmo, na imagem os outros.
Esse grupo tenta omitir que seguem o Temer. Porém Mendonça Filho foi Secretário de Educação do Temer e Fernando Bezerra Filho de Minas e Energia. Os dois, se licenciaram  para se candidatar. Armando votou na Reforma Trabalhista, é aliado e segue a linha dura. O problema que mora neles, é que o Homem Preso, vale muito mais que todos os políticos brasileiros Soltos. Tem que ter raça e coragem para se declarar contra o Lula nesse Brasil.

Me fez lembrar o hit do momento: Aqui não tem assinatura a gente sela com um beijo.
A imagem pode conter: 3 pessoas, pessoas sentadas

Oposições:

 Entende-se que o segundo mais votado em Orobó foi meu Amigo Particular Dui do Bujão.
 Vale lembrar que não há desavença entre a Oposição. Apenas nessa eleição, por motivos que só eles conhecem, mas posso dizer que o objetivo é sempre melhorar Orobó, alguns estão votando em candidatos diferentes. Segunda Opção com mais políticos votantes: Eduardo Gabriel Dui do Bujão, seguidos por Lúcio Ramos, Amilton do Sintraf, Antonio Olímpio( Tõe de Valdinha) , sua esposa, e ex- vice na chapa de Dui em 16, Valdinha de Manoel João , Manuel Mariano e outras lideranças votam assim:
Lula Presidente,Paulo Câmara Governador, João Campos e Zé Maurício ,Deputados.
A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, textoA imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo, terno
A imagem pode conter: 4 pessoas, texto
Ótimo time. Na minha opinião mudaria o governador.

Ainda temos a nossa terceira via; (os órfãos da Marília Arraes): A dupla dinâmica Paulo Brito e Lívio Aguiar, Acrescente-se Talita  e outras lideranças mais discretas votam assim:
Lula Presidente, Governador Júlio Lóssio, e deputados Joaquim Lira e André de Paula.
A imagem pode conter: 4 pessoas, incluindo Livio Aguiar, pessoas sorrindo, texto
A imagem pode conter: 5 pessoas, incluindo Paulo Brito e Talita Renovar, pessoas sorrindo, pessoas em pé



Um bom Time .
Ainda temos os candidatos de Dr. Reinaldo e de Amadeu Sarinho.

Democracia é isso. Vejam ,leiam, analisem, o que é melhor para o Brasil, para Pernambuco e para o nosso Orobó.
 Se a blogueira lhe servir de inspiração para seu voto saiba que , á melhor resposta é 13 neles!
EU SOU MADALENA FRANÇA LULA DA SILVA!

A imagem pode conter: Madalena França, sorrindo, close-upResultado de imagem para foto linda de lula


Boa sorte a todos!

quinta-feira, 30 de agosto de 2018

URGENTE: TSE recua de julgamento às pressas da candidatura de Lula


A tentativa de julgar às pressas no TSE e barrar a aparição de Lula no horário eleitoral, neste sábado, parece que bateu na trave.
Segunda a agência Reuters, o Tribunal Superior Eleitoral desistiu da pauta extraordinária desta sexta (31) para examinar pedidos que pedem a impugnação do ex-presidente.
A defesa do petista tem até 23h59 desta quinta (30) para apresentar a defesa.
Ainda segunda a Reuters, houve uma avaliação interna no TSE de que julgar o registro do Lula no dia seguinte ao prazo de apresentação da defesa dele às impugnações, nesta quinta, poderia passar a impressão de pressa.
Madalena França

STF Aprova Terceirização Irrestrita


Reuters - O Supremo Tribunal Federal (STF) considerou constitucional nesta quinta-feira, por 7 votos a 4, a terceirização de atividades-fim das empresas, liberando a adoção dessa medida pelas companhias.

O julgamento havia sido interrompido na quarta, quando o placar estava cinco a quatro pela constitucionalidade da medida. Nesta quinta, os ministros Celso de Mello, o que está há mais tempo no Supremo, e a presidente, Cármen Lúcia, também votaram pela constitucionalidade da terceirização da atividade-fim.

Por Eduardo Simões e Ricardo Brito

Plantão Brasil é um site independente. Se você quer ajudar na luta contra o golpismo e por um Brasil melhor, compartilhe com seus amigos e/ou em grupos de Facebook e WhatsApp. Quanto mais gente tiver acesso às informações, menos poder terá a manipulação da mídia golpista.

MAIS
» Médico lista 5 feitos históricos dos governos Lula e Dilma pela saúde
» Aécio é delatado novamente e é o primeiro a ser comido pela Odebrecht
 - Fonte: Brasil247
Madalena França

O TSE vai atropelar a Constituição para tirar Lula da TV?


Madalena França via Tijolaço
Ouça este conteúdo
Amanhã, começará outro circo de horrores do direito brasileiro.
Não se vai discutir apenas o direito de Lula ser candidato, vedação absurda que jamais foi aplicada a quem tem recurso contra condenação tramitando e que, portanto, está protegido dos efeitos da Lei da Ficha Limpa, que reconhece a exclusão de sua aplicação nestas situações.
Vai-se, por incrível que pareça, discutir se Lula pode aparecer nos programas de sua candidatura ou de quem vier a substituí-lo, sob a alegação de que o ex-presidente tem seus direitos políticos suspensos.
Não não tem, porque o artigo 15 da Constituição diz  que perda ou suspensão de direitos políticos, só se dará em caso de condenação criminal transitada em julgado.
A condenação de Sérgio Moro e dos três cidadãos do TRF-4 não transitou em julgado, é evidente.
Mas a senhora Raquel Dodge se manifesta ao TSE não apenas contra a candidatura de Lula, mas contra sua simples aparição no horário eleitoral.
É simples: Lula não pode ser visto ou ouvido. Ele não existe. Ou melhor, não tem o direito de existir perante o povo brasileiro.
É a restauração política da pena de banimento de cidadãos, praticada pela ditadura.
Em tempos normais, seria impensável que isto tivesse sido proposto, mais ainda que pudesse vir a ser aprovado.
Mas nossos tempos são anormais e nossos juízes apenas joguetes dos interesses dominantes.

Hoje Celebramos a vida do amigo Carlos Isaias: Uma amizade que já dura alguns anos...

A imagem pode conter: 3 pessoas, incluindo Carlos Isaias e Madalena França, pessoas sorrindo, pessoas em pé A vida nos oferece oportunidade de sermos melhores ,quando nos associamos a boas amizades. Elas nos fazem rir, partilhar problemas, se ajudar mutualmente, sentir a alegria do encontro, o calor de um abraço e a certeza de que não estamos sós. É muito bom saber que temos alguém de quem gostamos e também  gosta da gente.
Amigos não precisam ser perfeitos. Basta ser luzes nos momentos da escuridão, risos nos momentos de descontração e companhias nos momentos que se sentimos sós.
Nossa amizade já dura alguns anos. Pode não existir nela, a perfeição, mas existe carinho e afinidades. Sempre que precisamos de um ombro amigo, você esteve conosco.
Não poderia passar essa data sem repetir o ritual de todos os anos.
O abraço amigo e a frase corriqueira:"rapaz vou embora que tá de noitinha"!
Já está ficando tarde e você ainda não apareceu aqui, para ganhar o seu abraço. Todavia ele vai estar guardado até que você chegue e eu te Diga: " Feliz Vida, meu amigo! Deus te abençoe e te guarde e faça chover bençãos em sua vida. Te quero muito bem.
Muita paz, saúde e tudo de bom.
Feliz aniversário !
Forte abraço da amiga Madalena França  e família.

Dilma: Lula fora das eleições é afronta aos direitos do povo



Líder nas pesquisas para o Senado em Minas, com o dobro de intenções de votos do segundo colocado e, ironicamente, ficar com a cadeira hoje ocupada por Aécio Neves como senador, Dilma Roussef publicou há pouco um vigoroso manifesto em favor do cumprimento da determinação do Comitê de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas de que manda, nos termos dos tratados de que o país é signatário que  ex-presidente tenha o direito de participar da eleição de 2018, como candidato a presidente da República.

Liberdade para Lula

Dilma Roussef
A prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva se tornou insustentável sob todos os pontos de vista.
Recentemente, a imparcialidade da justiça, já bastante comprometida, desmanchou-se de vez diante do tumulto criado por alguns juízes, pela procuradoria e pelo ministro da segurança pública. Tudo indica que  descumpriram  ordem judicial,  rompendo relações de hierarquia do poder judiciário. A tentativa de veto à  candidatura de Lula tornou-se um escândalo internacional com a decisão mandatória do Comitê dos Direitos Humanos da ONU. Sem dúvida, estes dois fatos mostraram para o Brasil e para o mundo, de forma mais clara, a perseguição e a farsa jurídica que resultaram no julgamento e encarceramento de Lula.
No domingo, 8 de julho, caíram  as máscaras que encobriam as ilegalidades cometidas contra Lula, ao recusarem-se a cumprir o habeas corpus para soltura do ex-presidente, concedido pelo  desembargador plantonista do TRF-4. Na sequência, a determinação, incontroversa e mandatória  do Comitê de Direitos Humanos da ONU para que Lula tenha assegurada a prerrogativa de participar da eleição, evidencia aos olhos do mundo a brutal injustiça que é deixa-lo preso e  impedí-lo de concorrer à Presidência. As manifestações anteriores dos integrantes do STF sobre  a OBRIGATORIEDADE do Brasil  cumprir decisões da ONU, tornam difícil manter Lula  preso porque, diante do mundo, representam  uma afronta escancarada às suas garantias fundamentais, e uma ameaça aos direitos de todos os cidadãos brasileiros.
Mais de uma centena de juristas, criminalistas e advogados denunciaram a quebra de hierarquia, a pressão indevida sobre a PF  e o desrespeito ostensivo a uma ordem judicial, cometidos quando um desembargador do TRF-4 concedeu liminar para que Lula fosse libertado, a fim de que pudesse se manifestar politicamente sobre as eleições, por meio de entrevistas e pronunciamentos públicos.
Uma quebra grave da  institucionalidade, que  não ocorreria se tivessem,  pelo menos, colocado em pauta o julgamento das Ações Declaratórias de Constitucionalidade que não deixariam ferir a presunção da inocência e o direito à liberdade dos acusados até que tenham sido julgados todos os seus recursos. Julgados, antes de prendê-lo, é claro. Mas, a Lula até isso foi negado.
A politização do Judiciário faz de Lula vítima de uma cruzada ilegítima, negando-lhe o acesso a recursos eficazes para impedir as violações de suas garantias fundamentais. Foi, por esta razão e outros atropelamentos do direito de defesa e do devido processo legal, que os advogados de Lula recorreram ao Comitê de Direitos Humanos da ONU. E a decisão não podia ser mais clara: a obrigatoriedade do Brasil assegurar-lhe o direito de participar da eleição de 2018, como candidato a presidente da República.
Infelizmente para os perseguidores de Lula, a decisão do Comitê de Direitos Humanos não tem caráter de aconselhamento. Na verdade, trata-se de uma determinação imperativa, que deve ser cumprida imediatamente. O Brasil aceitou submeter-se às deliberações do Comitê de Direitos Humanos da ONU, por decreto legislativo, como confirmou o presidente do Senado. O STF e muitos dos seus integrantes também reconheceram em várias oportunidades que as decisões do Comitê da ONU são mandatórias e, portanto, sobrepostas às leis brasileiras.
A campanha eleitoral na TV e no Rádio tem início dia 31 de agosto. Lula não pode ser excluído desse grande debate democrático. Sua interdição poderá comprometer a lisura da eleição. Por isso, nesta hora grave para o País, não pode faltar isenção e serenidade ao Judiciário para deliberar sobre os direitos constitucionais de Lula. A decisão do  Comitê de Direitos Humanos da ONU afirma que o ex-presidente Lula deva ter direito a “um processo justo”, para evitar dano irreversível à sua prerrogativa de participar da eleição.
Lula é inocente e não há maior injustiça do que condenar e manter preso um inocente. Lula deve ter garantido o direito de  concorrer à Presidência do Brasil. Lula deve reaver sua liberdade.
Madalena França Via Tijolaço.

Alta do dólar faz disparar lucro do BC

quinta-feira, 30 de agosto de 2018


Madalena França via Tijolaço

Cotação média passou de R$ 3,31 para R$ 3,86

O Banco Central, quem diria, está lucrando com a alta da cotação do dólar, que está em elevação ao sabor da especulação com a política e da conjuntura internacional. A alta de 16,4% da moeda norte-americana no primeiro semestre fez o BC ter lucro cambial recorde desde 2008, quando a instituição adotou o atual sistema de divulgação de resultados.

De janeiro a junho deste ano, a instituição financeira teve ganhos de R$ 146,2 bilhões com a administração das reservas internacionais e as operações de swap cambial (venda de dólares no mercado futuro). Os lucros operacionais foram bem mais modestos: R$ 19,3 bilhões.

O Banco Central transferirá para o Tesouro Nacional R$ 165,9 bilhões nos próximos dez dias úteis. O dinheiro não tem impacto no déficit primário (resultado negativo nas contas do governo antes do pagamento dos juros da dívida pública) nem afeta as verbas disponíveis no Orçamento. 

No entanto, como anunciado pela equipe econômica, ajudará o governo a cumprir a regra de ouro em 2019Instituída pelo Artigo 167 da Constituição de 1988, a regra de ouro determina que o governo não pode endividar-se para financiar gastos correntes (como a manutenção da máquina pública), apenas para despesas de capital (como investimento e amortização da dívida pública) ou para refinanciar a dívida pública.

Alegrias: Apesar de tudo, como é bom contar os dias para calcular a Matemática da vida...

 213 neles. Aproveitem que está acabando! Por Madalena França.