domingo, 19 de fevereiro de 2017

Distorção de Fatos: Funcionários do Hospital comprovadamente sem receber a dois meses , prefeito não repassa a verba e as manchetes situacionistas o exaltam.

Depois de ler algumas manchetes,nas redes sociais, este blog apurou que o último repasse do Convênio com o SUS  para entidade, foi no último dia útil de Dezembro de 2016....

 Resultado de imagem para imagem distorção de fatosAssim como a grande mídia distorce fatos, a mídia digital em Orobó, não é diferente. Quem calça os sapatos é quem sabe onde apertam. Este blog não é patrocinado, não é inimigo  e nem amiguinho de ninguém, a não ser da VERDADE. Buscou informação, com quem realmente participam e sofrem com esse abuso de poder que vem ocorrendo nos 4 cantos do Município.
O Hospital de Orobó é Filantrópico, mas por si só, nunca se sustentou em todos os governos. O dinheiro pago pelos circulistas, não atende a total despesa do Hospital. Da forma como é noticiado os fatos, em alguns blogs deixa a dúvida na mente das pessoas. Quem doa dinheiro ao Hospital? A  PMO ou o SUS?
Na verdade além do repasse do SUS, todos os prefeitos, inclusive o atual, ajudam também. Só que há alguns meses o prefeito deixou de fazer isso. Além do mais, todos os anos ,são promovidos bingos beneficentes e toda população participa ,porque na verdade todos precisam. Fui informada de que no mesmo dia da tal reunião, a esposa de um vereador passou mal e foi muito bem atendida no Hospital. As vezes não dá tempo chegar no Santa Joana , não é mesmo Senhora? Em contra partida ,à noite , seu amado foi insinuar que o hospital está mal conduzido pelos seus diretores. Eu toda vez que precisei ,fui muito bem atendida. Obrigada!
O que há por trás dessa dificuldade na renovação do convênio nada mais é, do que uma retaliação, ao fato dos diretores serem independentes e não manipuláveis. Assim, cada um usou na política fora do hospital, as cores que entenderam. Nenhuma pessoa foi hostilizada por ser amarelo,verde,ou azul, quando precisou do hospital. 
Contaram-me alguns funcionários ,que estão devendo, passando por dificuldades a dois meses sem receber,  e eles afirmaram que não receberam porque a verba do Convênio está a dois meses atrasada.
Embora o dinheiro venha do SUS, só chega ao Hospital via PMO.( Secretaria de Saúde, administrada pela  prima do prefeito).
Perguntar não ofende: o prefeito não renovou o convênio, nem repassou a verba e a culpa  da inadimplência é dos diretores?
Opinião:
Como associada do Circulo dos trabalhadores Cristãos e depois de ouvir alguns funcionários, e ler algumas manchetes de informações completamente distorcidas da realidade que ouvi, concluir o seguinte: As alianças políticas em Orobó é um jogo de toma lá da cá. Não importa a que custo e sacrifício do povo. Pareceu-me que é intencional apertar o cerco para que o hospital , abra falência, e seja municipalizado, para poder fazer o que bem entende com funcionários declarados oposicionistas do governo, como é feito nos PSFs, a exemplo da demissão da Drª  Ana Cristina, uma profissional exemplar e amada por onde passou semeando seu amor e acolhimento a todos, sem distinção de cores partidárias. Para o Gestor de Orobó, funcionário assim, mesmo sendo o melhor de todos, não serve. Tem que está debaixo de seus pés e fazendo o seu jogo sujo.
A vida das pessoas não pode ser tratada como um negócio, uma aliança política entre membros do mesmo grupo.
Estou estarrecida com a participação de seu Zé Francisco nesse jogo amoral.Sempre lhe tive respeito. Lhe acompanhei até a Câmara, quando de lá, lhe vi sair condenado, humilhado, por vereadores que hoje lhe exaltam. A  alguns anos atrás, o Senhor era réu, condenado por improbidade administrativa, por aqueles que fizeram parte do seu governo. Hoje, alguns dos que lhe condenaram conspiram para dominar o hospital e fazem do senhor o único salvador. E o senhor é cúmplice disso? Que vergonha!
Quanto mais analiso, mas conheço menos o ser humano. Que Deus tenha piedade de Orobó. Porque se depender da maioria dos políticos que temos O POVO ESTÁ SÓ!
Sugiro que todos os funcionários e circulistas se organizem e judicialmente busquem uma maneira de conseguir o repasse do SUS direto ao Hospital. Da minha parte ,farei campanha para ajudar no que for preciso. Contem comigo para buscar mais associados! Amanhã passo lá, para pagar minha Carteirinha circulista e lutar para que sejamos Livres! Ditadura Nunca Mais!

Por Madalena França.



Sem comentários:

Irmã de Lívio Aguiar fez um depoimento verdadeiro e real sobre seu trabalho : Suzana Trata com respeito e orgulho o desempenho de seu mandato.

Reforço este depoimento com quem tem conhecimento dos fatos: Lívio é realmente um vereador muito atento à saúde e a assistência social. ...