quinta-feira, 24 de novembro de 2016

Um fenômeno que gera polêmica em Alagoas


MACEIÓ - Os quase 25 mil votos que Lobão conquistou nas urnas não caíram do céu como milagre. Foram resultados do seu trabalho voltado para as comunidades de baixa renda, com destaque para o bairro Ponta Grossa, um dos mais habitados, na periferia de Maceió, onde mora numa casa modesta. Ele se preocupa do buraco na rua ao sinal do trânsito. A Praça Guedes de Miranda, onde começou a comercializar suas produções eróticas em 2004, é um exemplo das suas preocupações em busca do bem-estar coletivo.
Desestruturado, um verdadeiro pandemônio em dias de chuva para os ambulantes que a frequentam, o espaço ganhou uma feição nova com a instalação de toldos durante o inverno, obra de sua autoria. Foi graças a ele também que a Prefeitura de Maceió fez uma roupagem no asfalto de alguns pontos na cidade para evitar acidentes de moto. Igualmente, partiu dele a iniciativa de exigir a instalação de um semáforo numa área próxima onde mora, o que reduziu drasticamente o número de acidentes.
“Votei e voto no Lobão porque ele nos representa com muito trabalho”, diz Alexandre Feitosa, flanelinha num ponto da zona sul de Maceió. “Ele é inquieto e trabalhador, está sempre pedindo pelo povo e nunca em causa própria”, diz a esposa Maria Madalena, com quem se relaciona há mais de 20 anos. 
No Facebook, Lobão se apresenta como "a esperança de uma nova política". Entre suas propostas estão a reforma e modernização do Mercado Público de Maceió, uma nova organização dos pontos de ônibus da Rua do Comércio e implantação de banheiros públicos no Centro.

A Câmara Municipal, com 21 vagas, teve 13 vereadores reeleitos e oito novos vereadores. O PSDB teve o maior número de eleitos (5), seguido pelo PMDB (4) e pelo PP (3).  “Há um comentário que se espalha entre boa parte da população de Maceió – e não só – de que o futuro vereador Lobão é a representação local do protesto debochado do eleitor, uma espécie de Tiririca alagoano. Esta é uma visão injusta e preconceituosa”, diz o blogueiro alagoano Ricardo Mota.
Para ele, parte dos quase 25 mil votos que Lobão conquistou nas urnas pode, sim, ter o sentido do protesto. “E por que não? -, mas não é só isto. Ouvi de eleitores politizados, e foram vários, que votariam no Lobão não por ele ser um produtor de filmes pornôs, mas porque realizava, já, um trabalho junto à sua comunidade muito antes de ser candidato. Entre a garotada, fique certos, o “fenômeno das urnas” foi levado muito a sério”, afirma, para acrescentar:
“É hora de darmos a ele a chance de provar que ele mereceu e merece a votação que recebeu. Se o seu tipo físico, além da condição de roqueiro e cineasta pornô, incomoda a muita gente, que ele faça dessa imagem heterodoxa uma arma em favor das diferenças, que todos precisamos respeitar”. Por Magno

Sem comentários:

Gratidão ao colega Blogueiro e Poeta Manuel Mariano que em versos homenageia a passagem do Meu aniversário.

Por Madalena França Como os poetas se entendem pelo coração devolvo em poesia essa homenagem que me fez e me deixou muito feliz: Mariano...