sexta-feira, 29 de abril de 2016

Em evento internacional, fotógrafo brasileiro premiado denuncia o golpe

sexta-feira, 29 de abril de 2016



Maurício Lima, fotógrafo brasileiro ganhador do prêmio Pulitzer de 2016 na categoria "Fotografia noticiosa" por seu trabalho sobre a crise dos refugiados realizado para o jornal americano "The New York Times", criticou nesta quinta-feira (28) o golpe que ocorre no Brasil.
Durante a cerimônia de premiação do Overseas Press of America (OPC), em Nova York, Lima encerrou o seu discurso de agradecimento pelo prêmio conquistado com referências à crise política brasileira. "Eu sou do Brasil e tenho certeza de que todos que estão aqui sabem o que está acontecendo lá".Neste momento, Lima levantou um panfleto com a inscrição "Golpe Nunca Mais", escrita com o símbolo da Rede Globo no lugar da letra "o".

"Gostaria de expressar o meu apoio à liberdade de expressão e à democracia, que é exatamente o que não está acontecendo no Brasil neste momento. Sou contra o golpe", continuou, para em seguida encerrar sua fala.

Com voz embargada, Lima agradeceu aos colegas fotógrafos que dividiram a assinatura do trabalho sobre a crise migratória, e passou a maior parte do discurso agradecendo a uma família síria que o recebeu em sua casa durante os dias em que esteve no país. O fotógrafo acompanhou a saga dos sírios até a Suécia, onde a família vive hoje.Na Folha online


Comentário; Parabéns guerreiro brasileiro. O povo decente do Brasil lhe agradece. Corajosa ,criativa e digna a sua atitude.
Madalena França.

Sem comentários:

Líder do centrão critica articulação política do governo Bolsonaro no Congresso: 'é nula'

Postado por Madalena França O deputado Arthur Lira (PP-AL), um dos expoentes do centrão, grupo que reúne deputados de direita e centro...