segunda-feira, 29 de fevereiro de 2016

IR: Receita começa a receber as declarações amanhã

29/02/2016 13:00


Fontes pagadores devem entregar comprovantes aos trabalhadores até esta segunda-feira (29)
Por: Agência Brasil
portalweb@diariosp.com.br
O prazo para entrega da Declaração do Imposto de Renda Pessoas Física 2016 (IRPF) começa na terça-feira (1º). As fontes pagadoras estão obrigadas a entregar o comprovante de rendimento aos trabalhadores até esta segunda-feira (29). O programa gerador da declaração para ser usado no computador foi liberado no site da Receita Federal no dia 25. A data limite para entrega das declarações é 29 de abril.
Entre os que devem declarar, estão os contribuintes, pessoas físicas, que receberam em 2015 acima de R$ 28.123,91 em rendimentos tributáveis. Também deve declarar o IRPF quem recebeu rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados, exclusivamente na fonte acima de R$ 40 mil em 2015; quem obteve, em qualquer mês do ano passado, ganho de capital na venda de bens ou fez operações no mercado de ações; quem tem patrimônio individual acima de R$ 300 mil; e proprietários rurais que obtiveram receita bruta acima de R$ 140.619,55.
Quem perder o prazo está sujeito à multa de 1% do imposto devido por mês de atraso ou de R$ 165,74, prevalecendo o maior valor. A multa máxima equivale a 20%.
Na terça-feira, a Receita envia o aplicativo do imposto de renda para dispositivos móveis (tablets e smartphones) na versão Android para a Google Play, loja virtual da empresa. De acordo com a Receita, a versão iOS já foi enviada para Apple e aguarda autorização da empresa.
A previsão é que ela esteja disponível nos primeiros dias de março. A versão online da declaração, que estará disponível no Centro Virtual de Atendimento (eCAC) para usuários com certificado digital, é prevista também a ser disponibilizada no começo do mês.
Cerca de 28,5 milhões de contribuintes deverão enviar à Receita Federal a declaração do Imposto de Renda Pessoa Física em 2016. A estimativa é do supervisor nacional do Imposto de Renda, Joaquim Adir. O número representa crescimento de 2,1% em relação aos 27,9 milhões de documentos entregues no ano passado. 

Hulk diz que, pela seleção, viajaria até de jegue

29/02/2016 11:02


Ao DIÁRIO, o atacante afirma sonhar com 2ª chance em 2018 e reitera o desejo de jogar pelo Palmeiras
Por: Fernão Ketelhuth
portalweb@diariosp.com.br
A cena se repete sempre que Hulk chega em casa: Thor pula em seu pescoço, como se quisesse esganá-lo, enquanto o Homem de Ferro o segura pelas pernas. O grandalhão não se sente ameaçado pelo ataque — tampouco fica verde de raiva. Ele abre um largo sorriso antes de erguer a dupla pelos braços, sem fazer esforço algum.
FOTO: REUTERS
Thor e Homem de Ferro são os apelidos que Ian e Thiago, de 7 e 5 anos respectivamente, escolheram para brincar com o pai. Hulk é Givanildo Vieira de Souza, atacante do Zenit-RUS e da seleção brasileira.
Aproveitar a convivência com os filhos está entre os passatempos preferidos do jogador em São Petersburgo, a segunda maior cidade da Rússia, com quase 5 milhões de habitantes. O paraibano se mudou para a antiga Leningrado em setembro de 2012, após ser vendido pelo Porto por R$ 153 milhões — é a mais cara contratação da história do futebol russo.
A mudança para o país-sede da próxima Copa do Mundo foi penosa. Nem tanto pelas baixas temperaturas, mas porque um boicote liderado pelo meia Denisov, então capitão da equipe, o deixou em situação desconfortável no vestiário. Por inveja do salário de Hulk, parte do elenco se recusava a conversar com o recém-contratado, que pensou em ir embora.
“O primeiro ano foi complicado”, relembra, nesta entrevista exclusiva ao DIÁRIO. “Encontrei um ambiente difícil, com jogadores de mentalidade pequena. Mas graças a Deus, essas pessoas não estão mais no nosso grupo. Hoje, o clima é bom e os russos se dão bem com os estrangeiros. Minha família está adaptada à cidade. Posso dizer que estou muito feliz no Zenit.”
A paz no trabalho não é a única razão da alegria do atacante, que completará 30 anos em julho. O recente retorno à seleção lhe trouxe alívio. Em agosto, ele voltou a ser chamado por Dunga após mais de um ano de ausência entre os convocados.
Hulk foi vítima do rancor do técnico da seleção, que resolveu cortá-lo dos amistosos contra Colômbia e Equador, em setembro de 2014. O Zenit enviou à CBF um pedido de dispensa, após exames constatarem uma lesão muscular na coxa do atacante. Inicialmente, o prazo de recuperação era de quatro a seis semanas, mas o atacante voltou a jogar antes do previsto. No dia 13, enfrentou o Dínamo Moscou, pela Liga Russa, fato que acabou aborrecendo o capitão do tetra.
“Quem me conhece sabe que eu jamais deixaria de servir a seleção se tivesse condições de jogar. Se tiver de viajar de jegue para jogar na seleção, eu viajo”, diz o atacante, autor de 11 gols e cinco assistências em 45 partidas com a camisa do Brasil.
A seguir, leia a entrevista de Hulk ao DIÁRIO.
DIÁRIO_ Após três anos na Rússia, você se sente adaptado ao país? Como é sua rotina?
HULK_ Meu dia a dia é tranquilo. A gente treina uma vez por dia, por mais ou menos duas horas. São trabalhos puxados, bem intensos, mas você consegue ter um tempo bom para aproveitar a família. Meus filhos estudam em uma escola internacional e eu vou buscá-los quase todo dia. Sempre que dá, levo as crianças ao cinema, ao shopping. O Ian e o Thiago têm aulas de caratê, capoeira e tênis. A Alice (de 2 anos) vai entrar no balé.
Ainda estranha o frio?
Rapaz, estou acostumado, mas, de vez em quando, é complicado. Hoje, por exemplo, foi o dia com mais neve desde que  cheguei aqui. É difícil treinar assim porque a bola fica escorregadia, fica até difícil de enxergá-la. A gente teve de usar aquele modelo laranja. A temperatura estava em -6 graus. Está até bom. Quando a gente viajou para fazer a intertemporada no Catar, no mês passado, fez -27 em São Petersburgo.
Já se vira no idioma russo?
Não dá (risos). É muito complicado. Falo o básico, que é “bom-dia”, “boa-tarde”, “tudo bem?”. No treino, a gente conversa sempre em inglês. O técnico do Zenit é português (André Villas-Boas), o que também ajuda bastante. Em casa, temos uma intérprete que o clube contratou quando cheguei. Ela já é quase da família. Ajuda muito no nosso dia a dia.
A estabilidade na Rússia contribuiu para você seguir no país, apesar do assédio da China?
Realmente, tive algumas propostas, mas o meu contrato com o Zenit é longo, até o meio de 2019. Na minha vida, coloco tudo nas mãos de Deus. Se eu tiver de ir embora na próxima janela, que seja o melhor para mim e para o Zenit.
As propostas chinesas eram para ganhar mais do que já recebe na Rússia?
Eu posso dizer que o nível da proposta foi muito alto. Dá para falar que era, sim, irrecusável. Todo jogador que recebe uma oferta assim quer sair na hora. Mas eu renovei o meu contrato com o Zenit não faz muito tempo e o clube não achou ser este o momento certo de me vender. Respeito muito o Zenit e os seus dirigentes. 
Você tem despertado o interesse de clubes da Europa e da Ásia. Ainda vê possibilidade de voltar ao Brasil?
Tenho essa vontade, sim. Quero jogar um Campeonato Brasileiro antes de me aposentar. Saí muito cedo para jogar no Japão, então, ficou esse desejo.
Toparia reduzir o salário para retornar ao país?
Dinheiro não é tudo na vida. Sou uma pessoa realizada, tenho uma família maravilhosa e uma condição financeira boa. Como já disse, coloco tudo na mão de Deus. Não sei se volto ao Brasil daqui a um ano ou daqui a três. Mas vou voltar.
Nos últimos anos, teve propostas de times brasileiros?
Vários clubes já tentaram me contratar, procuraram o meu empresário. Mas a consulta é sempre por empréstimo. É complicado um clube como o Zenit me emprestar, sabendo que tem a possibilidade de me vender por um preço bom. A vontade de voltar ao Brasil não é algo para já. Quero viver mais um tempo fora, com os meus filhos e a minha esposa. Não é o momento ainda. 
Gostaria de retornar para o Palmeiras, clube pelo qual torcia na infância?
Claro que, se eu puder jogar no Palmeiras um dia, vai ser muito bacana. Tem esse lance de eu ser torcedor do time, mas sou profissional. O futebol é minha profissão. Não teria problema em jogar por outra equipe.
O Palmeiras já o procurou para negociar alguma vez?
Eu não posso falar o nome dos clubes que me procuraram. Tento não me envolver, deixo para o meu empresário cuidar dessa parte. Mas as conversas nunca chegaram a avançar.
Assistiu à final da Copa do Brasil entre Palmeiras e Santos? Ficou feliz com o título?
Não cheguei a ver porque estava concentrado. Claro que fiquei feliz com a vitória, com a conquista. Quando pequeno, era muito fanático pelo Palmeiras. Sou o único palmeirense em uma casa lotada de corintianos. Até o meu pai é corintiano. Mas quando você começa a jogar, passa a encarar essa coisa de torcer com mais distância. Você se desliga um pouco, deixa de ser fanático. Mas, claro, sempre terei um carinho enorme pelo Palmeiras.
Para qual time os seus filhos torcem?
Como eles nunca moraram no Brasil, não têm essa ligação com os times daí. Então, os dois meninos torcem mesmo pelo Porto e pelo Zenit. 
Você já foi vítima de manifestações racistas na Rússia. 
O problema persiste?
Deu uma diminuída grande, até por causa do meu comportamento. Quando eu cheguei, ficava revoltado com as ofensas, xingava de volta. É uma coisa triste, inadmissível, mas comecei a entender, com o tempo, que não adianta muito ficar bravo. Então, comecei a ser irônico. Agora eu mando beijos para quem está me xingando. Os caras ficam loucos da vida... Mas, graças a Deus, eu nem me lembro da última vez em que me xingaram.
Já foi vítima de racismo nas ruas de São Petersburgo?
Pelo contrário, sempre que vou a algum lugar com a minha família, sou bem tratado. As pessoas pedem foto, querem autógrafo, agradecem pelos bons jogos que tenho feito, falam para eu não ir embora.
Como está na preparação no país para a Copa de 2018?
Muitos estádios já estão prontos e sendo utilizados. A gente vê uma evolução muito rápida nas obras. Tive a oportunidade de jogar no campo do Spartak Moscou, que será uma das sedes. O estádio está muito bom, parecido com os que foram feitos no Brasil. A arena de São Petersburgo também vai ficar excelente, será uma das mais modernas da Copa do Mundo. Sempre que posso, dou uma espiadinha. Os russos estão se preparando para organizar uma grande competição. 
Quais lembranças restaram da eliminação do Brasil na Copa de 2014?
É difícil até de falar. Tudo aconteceu muito rápido... (refere-se ao 7 a 1). Eu me lembro de que teve uma hora em que parei, olhei para cima e achei que estivesse tendo um sonho ruim. Tudo deu certo para os caras e tudo deu errado para a gente.
Conseguiu ver o VT do jogo em algum momento?
Já tive vontade de ver, mas não tive coragem. É um negócio que deixa a gente muito pra baixo. Espero que a gente possa ter uma segunda chance. Claro que todos os 200 milhões de brasileiros sofreram com o que aconteceu, mas nós, os jogadores que estávamos em campo, sofremos mais ainda.
Acha que o 7 a 1 pode ajudar  no amadurecimento dos jogadores que estiveram em 2014 e estarão também em 2018?
Eu vejo o grupo mais forte psicologicamente. A gente sempre aprende com os erros, servem de aprendizado. É quase inacreditável aquilo que aconteceu. Até hoje, tento entender, mas não consigo. 
Como foi voltar à seleção brasileira após mais de um ano sem ser convocado?
Foi muito bom. Estava com vontade de voltar. Nunca desanimei com a ausência. Sempre procurei fazer o meu trabalho bem feito para que a oportunidade aparecesse e, felizmente, ela veio. Fui bem, fiz gol e espero continuar sendo lembrado pelo professor Dunga.
Você deixou de ser chamado após a Copa de 2014 por causa de um pedido de dispensa encaminhado pelo Zenit à CBF. Você e o Dunga já conversaram a respeito para esclarecer o mal-entendido?
Não chegamos a conversar e também não vejo necessidade. Acredito que não vinha sendo chamado porque outros jogadores estavam em um momento melhor do que o meu. A concorrência na seleção é muito grande. Quem me conhece sabe que eu jamais deixaria de servir a seleção tendo condições de jogar. Se tiver de viajar de jegue para jogar na seleção, eu viajo. A seleção é o meu sonho e ser campeão na Copa da Rússia, o meu maior objetivo.
O Zenit perdeu do Benfica (1 a 0) no jogo de ida das oitavas da Liga dos Campeões. Está confiante na classificação? 
O primeiro jogo foi difícil. Fazia dois meses que a gente não jogava, porque o Campeonato Russo para no fim do ano. Mas a derrota foi pelo placar mínimo. Dá para reverter na nossa casa. A nossa torcida é fanática, empurra muito. Você está naquele frio e, quando olha para a arquibancada, vê uns caras sem camisa gritando. Eles são guerreiros. Você tem obrigação de correr a 130 km/h.

Glória Pires vira o jogo e fala de gafe no Oscar

29/02/2016 15:50


Atriz realça que convite foi para comentar a premiação foi como se ela estivesse no sofá de casa
Por: Diário SP Online
portalweb@diariosp.com.br
Glória apresentou a premiação junto à Maria Beltrão e Artur Xexéo / Reprodução/Instagram
Após a série de memes, piadas e brincadeiras feitas com os comentários simplórios de Glória Pires durante o Oscar 2016, a atriz resolveu se pronunciar. 
A convidada para comentar a premiação na Globo, gravou um vídeo afirmando ter achado os "memes super interessantes e super criativos". "Eu acho maravilhoso você ter a oportunidade de brincar e se divertir", disse ela. 
Além de confessar que não assistiu alguns dos filmes, ela colocou um porém nessa história. 
"Sou uma pessoa bastante séria tenho muitos anos trabalhando com isso. Claro que eu vi a maioria dos filmes. Porém, alguns eu não vi", confessou a mãe de Cleo Pires. 
Ela ainda disse que foi apenas convidada para dar opiniões como se estivesse em casa, de boa. "(Eu estava) Rodeada de pessoas que realmente entendem disso, são comentaristas, que não é o meu caso. Eu sou uma atriz e estava ali dando a minha opinião como se eu estivesse na minha casa, com meus amigos".  
 

DEFESA / Enquanto Glória Pires é o centro das atenções após o mico que pagou durante a transmissão do Oscar 2016, finalmente apareceu alguém para defendê-la. No meio da zoeira generalizada eis que surge Cleo Pires para proteger a mãe. 

Na tarde desta segunda-feira (29), a filha da atriz publicou uma arte do ilustrador Felipe Guga e escreveu: "isso mesmo @cleopires_oficial!!! Esse povo fala demais!!! Affffffff", disse a morena repudiando os internautas brincalhões. 

Prazo para renegociar dívida do IPVA termina hoje

29/02/2016 08:53


Contribuinte pode conseguir até 75% de descontos na cobrança de multas. Veja como ficar em dia
Por: Diário de S. Paulo
portalweb@diariosp.com.br
Os contribuintes que estão em dívida com o governo do estado de São Paulo tem até esta segunda-feira (29) para aderir ao PPD (Programa de Parcelamento de Débitos).  O processo deve ser realizado por meio do site www.ppd2015.sp.gov.br, com a senha de acesso da Nota Fiscal Paulista. Cidadãos que deixaram de pagar o IPVA de 2014, por exemplo, podem aproveitar a oportunidade e se livrar dessa pendência com bons descontos.
Quem escolher pelo pagamento à vista tem 75% de abatimento na multa e 60% na taxa de juros. Os débitos também podem ser parcelados em até 24 vezes. Nesse caso, a multa cai para 50% e os juros, 40%.
Além desse tributo, estão incluídos no programa o  ITCMD (Imposto de Transmissão Causa Mortis e Doação), taxas de qualquer espécie e origem, multas administrativas de natureza não-tributária, multas contratuais, multas penais, taxa judiciária, reposição de vencimentos de servidores de qualquer categoria funcional e ressarcimentos ou restituições. 
Para as empresas, é possível fazer a regularização de débitos em dívida ativa gerados até 31 de dezembro de 2014 através do Programa Especial de Parcelamento do ICMS (Imposto sobre a Circulação de Mercadorias e Serviços).
Para aproveitar essa chance, o empresário deve se inscrever,  acessando o site www.pepdoicms.sp.gov.br e fazendo o login no sistema com a mesma senha de acesso utilizada no PFE (Posto Fiscal Eletrônico).
POUPATEMPO/ Quem tem dificuldade com a internet pode procurar os postos Poupatempo, que oferecem um espaço reservado para serviços eletrônicos (e-poupatempo) com atendentes disponíveis. 
O atendimento não precisa ser agendado. O horário de funcionamento é das 7h às 19h. Os endereços das unidades estão em poupatempo.sp.gov.br.
Desde o dia 18 de janeiro, 19,8 mil cidadãos com dúvidas no programa de parcelamento de débitos procuraram atendimento no e-poupatempo. 
 Mais informações sobre o programa de renegociação podem ser obtidas na página da Secretaria Estadual da Fazenda (fazenda.sp.gov.br/publicacao/noticia.aspx?id=3691

José Eduardo Cardozo decide deixar o ministério da Justiça…


dilma-cardozo

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, deve deixar a pasta nesta semana, segundo a colunista Mônica Bergamo.

Interlocutores da equipe de Dilma Rousseff dizem que ele já tomou a decisão e, embora a presidente preferisse que ele continuasse onde está, desta vez Cardozo, ele não deve voltar atrás desta vez. Segundo a jornalista, não está descartada a possibilidade de ele ser aproveitado em outro cargo.

Cardozo deixa a Justiça no momento em que a Lava Jato se aproxima da campanha da presidente Dilma Rousseff e do ex-presidente Lula. Na semana passada, o marqueteiro petista João Santana foi preso na operação.

Sua saída também ocorre em meio a rumores de novas delações premiadas e de possíveis buscas e apreensões em propriedades ligadas a Lula e a seus familiares.

Dirigentes do PT pressionam Cardozo por não atuar contra os “abusos” da polícia federal nas operações. Lula se queixou anteontem de estar sendo perseguido pela PF e pelo Ministério Público, ao participar da festa de 26 anos do PT.

Do seu lado, o ministro diz que estaria sofrendo críticas “injustas tanto da direita quanto da esquerda”. E teria concluído que “ajuda mais saindo do governo do que permanecendo no cargo”, segundo a reportagem (leia aqui).

Menina de 7 anos se torna responsável por cuidar dos avós doentes depois de mãe abandonar família e pai morrer

Uma menina de apenas 7 anos de idade se tornou responsável por cuidar de seus avós doentes depois que seu pai morreu e sua mãe a abandonou.
O pai de Yi Miaomiao morreu tragicamente em um acidente de carro depois que sua mãe abandonou a família e não foi vista desde então.
Assim a menina de 7 anos de idade ficou responsável por cuidar de seus avós que passam dificuldade.
Miaomiao realiza muitas das tarefas domésticas na casa da família na pobre aldeia de Hubei aldeia, nos arredores da cidade de Yichang. Ela ajuda seus avós a descascar batatas, lavar os pratos e varrer.
A avó da menina é deficiente mental e tem problemas para usar o braço direito, enquanto o avô sofre de uma doença rara de pele que faz com que ele seja impossibilitado de ser exposto à água em demasia.
Mas apesar das sérias responsabilidades, Miaomiao se destaca na escola entre os outros alungos.
Menina de 7 anos se torna responsável por cuidar dos avós doentes
Yi Miaomiao , uma menina de apenas 7 anos de idade, se tornou responsável por cuidar de seus avós doentes depois que seu pai morreu e sua mãe a abandonou. Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Foto: China Daily
Fonte: Shanghaiist

O estrago do zika é muito maior, diz especialista

28/02/2016 18:05


Há registros de 142 casos de bebês com problemas nos olhos que podem estar ligados ao vírus
Por: Lucilene Oliveira
lucilene.oliveira@diariosp.com.br
A relação do vírus zika com a microcefalia é apenas a ponta do iceberg do surto causado pelo mosquito Aedes aegypti. É dessa maneira alarmante que a oftalmologista Camila Ventura, da Fundação Altino Ventura, sediada em Pernambuco, apresentou dados do estudo feito com 142 bebês com alteração de fundo de olho causados pela infecção.  
A especialista, que esteve à frente da primeira equipe a identificar a relação do zika com as alterações oculares e sonoras,  alertou no Congresso de Oftalmologia Regenerativa, realizado ontem, na capital, que mesmo o bebê nascido após nove meses de gestação com 32 centímetros de perímetro encefálico – mínimo considerado normal para o tamanho da cabeça – pode ser mais uma das vítimas do vírus. 
"Muitas das crianças que nós estamos acompanhando  não são microcéfalos, elas têm uma desproporção crânio facial. Ou seja, podem ter o perímetro da cabeça em tamanho adequado. Mas após  uma ressonância, foi identificado  que esses bebês têm uma calcificação (área morta) no cérebro”, explicou Camila. “Se nada  for feito, essas crianças terão cegueira ou uma baixa de visão severa."
A médica alerta ainda que a saúde pública não está apta para realizar os exames de diagnóstico dessas lesões. Um exemplo disso é o fato de Pernambuco ser o único estado do Nordeste a possuir o aparelho chamado retcam, que permite fotografar o olho do bebê para um diagnóstico preciso.
Sem o equipamento, o oftalmologista da Bahia, Bruno de Paulo Freitas, precisou do empréstimo do aparelho da Unifesp  (Universidade Federal de São Paulo), em dezembro,  para  avaliar dez crianças com alterações oculares. 
"O aparelho custa US$ 70 mil (quase R$ 280 mil) e a nossa preocupação era que ele não quebrasse durante o trajeto. Teríamos de arcar com os custos”, lembrou Bruno, que pagou do próprio bolso R$ 1 mil para que o aparelho fosse trazido de volta à capital.
Vacina/ O professor de oftalmologia da Unifesp, Mauricio Maia, afirmou que a melhor estratégia para minimizar os problemas do zika é a vacina. Porém, o começo da imunização será “muito difícil, porque são muitas as mutações”. 
“É algo  similar ao que ocorre com o vírus HIV e pode levar anos para se  desenvolver uma vacina eficiente. Hoje, o cenário é de que  o vírus aumentou em 20 vezes os casos de microcefalia”, explicou Maia.
Além de microcefalia, vírus pode causar graves lesões oculares ao bebê/ Divulgação 
Dengue faz sua primeira vítima fatal
A Secretaria Municipal da Saúde confirmou  a primeira morte por dengue em São Paulo.  A vítima foi um morador de 62 anos da região do Tremembé, na Zona Norte da capital.
De acordo com o boletim da Prefeitura, o homem tinha histórico de tabagismo e comorbidade cardiológica (problema no coração), o que amplia os riscos de desenvolver um quadro grave da doença e, consequentemente, a morte.
A nota da pasta de Saúde aponta que o homem foi atendido no Hospital Municipal São Luiz Gonzaga, na Zona Norte, gerenciado pela Santa Casa de São Paulo, em 16 de janeiro, e morreu três dias depois.
O diagnóstico de dengue foi confirmada por testes laboratoriais feitos pela pasta da  Saúde  e também pelo Instituto Adolfo Lutz. 
Segundo a Prefeitura, foram realizadas ações de bloqueio de criadouros no perímetro de 500 metros ao redor do endereço da vítima desde a data da suspeita da infecção.
ENTREVISTA: Rubens Belfort Júnior_ oftalmologista da Unifesp 
DIÁRIO_ Qual o grau de risco de bebês em São Paulo apresentarem lesões oculares?
RUBENS BELFORT JÚNIOR_ Eu não sei de nenhum caso suspeito na capital. Hoje  vivemos uma situação diferente do Nordeste. O risco é mínimo. 
Qual o principal desafio hoje  para fazer esse diagnóstico?
Os hospitais públicos precisam oferecer exames  necessários para excluir outras doenças que podem levar a um quadro semelhante. Muitas unidades não têm na sua rotina teste de toxoplasmose ou citomegalovírus.  
Também se falou da falta de aparelhos que fotografam os olhos. Como amenizar isso?  

Defendo que as empresas de smartphones desenvolvam tecnologias para que o médico possa fotografar a retina com o celular. Hoje a máquina custa US$ 70 mil. Se o Brasil precisar de dez aparelhos, teria de gastar US$ 700 mil. É provável que, com um pouco de tecnologia, seja possível fazer as imagens.

NOTÍCIA URGENTE! GESTANTE É ENCONTRADA MORTA


edvaniaUma jovem foi encontrada sem vida, na tarde de hoje, na Rua da Glória, no município de Glória do Goitá. O corpo de Edvânia Araújo, 23 anos, foi localizado por populares, dentro do imóvel. Vizinhos sentiram um forte odor, que vinha do imóvel onde a moça morava, chamaram pela jovem, como não respondeu, decidiram por arrombar o imóvel, localizando o corpo da jovem sobre a cama, seminu. O corpo de Edvânia já estava em avançado estado de decomposição e não apresentava nenhuma perfuração. De acordo com vizinhos a jovem estaria grávida de cinco meses. O corpo da jovem foi encaminhado para o IML, no Recife, por onde passará por exames que auxiliarão a identificar a causa da morte. O caso será investigado pela 64º DP, em Glória do Goitá.

FONTE: GIRO MATA NORTE - http://giro.matanorte.com/policial/cenas-fortes-gestante-e-encontrada-morta-em-gloria-do-goita/

domingo, 28 de fevereiro de 2016

Artigo de opinião:“A diferença entre o remédio e o veneno é a dose” (Paracelso)

A quem interessa a criminalização da maconha?

maconha

Artigo escrito pelos professores e sociólogos Victor Rodrigues e Ricardo Santana

Os dois colegas escreveram o artigo de opinião, em um debate público, para fazer o contra-ponto ao texto assinado pelo colega Roberto Numeriano, publicado nesta semana pelo blog.

“A diferença entre o remédio e o veneno é a dose” (Paracelso)

Em artigo de opinião intitulado “A maconha e seus apologistas”, publicado no último dia 23 de fevereiro, o professor, cientista político e ex-candidato ao governo de Pernambuco e à prefeitura do Recife pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB), Roberto Numeriano, se diz contrário à liberação da maconha para uso recreativo.

Continua…


Liturgia Católica


Vela-virtual-11

Dia 28 de fevereiro – Domingo

III DOMINGO DA QUARESMA 
(ROXO, CREIO – III SEMANA DO SALTÉRIO)

Antífona de entrada:

Tenho os olhos sempre fitos no Senhor, porque livra os meus pés da armadilha. Olhai para mim, tende piedade, pois vivo sozinho e infeliz.

Oração do dia

Ó Deus, fonte de toda misericórdia e de toda bondade, vós nos indicastes o jejum, a esmola e a oração como remédio contra o pecado. Acolhei esta confissão da nossa fraqueza para que, humilhados pela consciência de nossas faltas, sejamos confortados pela vossa misericórdia. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Êxodo 3,1-8.13-15)

Leitura do livro do Êxodo.
3 1 Moisés apascentava o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote de Madiã. Um dia em que conduzira o rebanho para além do deserto, chegou até a montanha de Deus, Horeb.
2 O anjo do Senhor apareceu-lhe numa chama (que saía) do meio a uma sarça. Moisés olhava: a sarça ardia, mas não se consumia.
3 “Vou me aproximar, disse ele consigo, para contemplar esse extraordinário espetáculo, e saber porque a sarça não se consome.”
4 Vendo o Senhor que ele se aproximou para ver, chamou-o do meio da sarça: “Moisés, Moisés!” “Eis-me aqui!” respondeu ele.
5 E Deus: “Não te aproximes daqui. Tira as sandálias dos teus pés, porque o lugar em que te encontras é uma terra santa.
6 Eu sou, ajuntou ele, o Deus de teu pai, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó”. Moisés escondeu o rosto, e não ousava olhar para Deus.
7 O Senhor disse: “Eu vi, eu vi a aflição de meu povo que está no Egito, e ouvi os seus clamores por causa de seus opressores. Sim, eu conheço seus sofrimentos.
8 E desci para livrá-lo da mão dos egípcios e para fazê-lo subir do Egito para uma terra fértil e espaçosa, uma terra que mana leite e mel, lá onde habitam os cananeus, os hiteus, os amorreus, os ferezeus, os heveus e os jebuseus.
13 Moisés disse a Deus: “Quando eu for para junto dos israelitas e lhes disser que o Deus de seus pais me enviou a eles, que lhes responderei se me perguntarem qual é o seu nome?”
14 Deus respondeu a Moisés: “EU SOU AQUELE QUE SOU”. E ajuntou: “Eis como responderás aos israelitas: (Aquele que se chama) EU SOU envia-me junto de vós.”
15 Deus disse ainda a Moisés: “Assim falarás aos israelitas: É JAVÉ, o Deus de vossos pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó, quem me envia junto de vós. Este é o meu nome para sempre, e é assim que me chamarão de geração em geração”.
Palavra do Senhor.
Continua…

Ato de Filiação do Prefeito Miguel ao PP



Aliados do prefeito Miguel Barbosa, Bom Jardim-PE, organizaram uma grande festa para simbolizar o ato de filiação do jovem prefeito ao Partido Progressista (PP - 11), hoje, sábado, 27 de fevereiro de 2016, às 19:10 h.


O auditório do Colégio Sant'Ana, ficou lotado, pequeno para receber tantas pessoas, que se espremendo disputavam cada centímetro dentro do espaço. Muita gente teve que ficar na porta e do lado de fora do auditório.


Vereadores, líderes comunitários, secretários municipais, funcionários públicos, gente do povo, jovens, pais de famílias marcaram presença.


O deputado Eduardo da Fonte, garantiu que vai ajudar o município destinando recursos via emendas parlamentares para Miguel  realizar  obras de saneamento, calçamento e outras, ao justificar sua votação obtida no município.



O prefeito Miguel agradeceu a presença de todos, lembrou que a prefeitura mesmo diante das dificuldades enfrentadas pelas crises financeira, hídrica e pelas doenças provocadas pelo mosquito Aedes aegypti, seu governo vem se esforçando, tem superado todos os desafios de forma satisfatória, corajosa e criativa. " Quero fazer mais, sabemos os caminhos, respeitamos o povo." "A Paz vai vencer com Miguel 11" 

Cobertura: Portal Bom Jardim

Irmã de Lívio Aguiar fez um depoimento verdadeiro e real sobre seu trabalho : Suzana Trata com respeito e orgulho o desempenho de seu mandato.

Reforço este depoimento com quem tem conhecimento dos fatos: Lívio é realmente um vereador muito atento à saúde e a assistência social. ...