quinta-feira, 24 de setembro de 2015

Alguns prefeitos da Região estão diminuindo o próprio salário por causa da crise financeira, mas aqui em Orobó está sobrando dinheiro.

Os últimos acontecimentos comprovam que em Orobó não há crise. Prefeito haje como que esteja sobrando dinheiro.


O trio da chapa que esfriou, continua dia e noite ensurdecendo os ouvidos da população.Se um buraco for tapado em uma estrada, o trio está lá anunciando aos quatro ventos.( isso demanda pagamento de motorista de cd, da pessoa que grava etc.
Em menos de dois meses, pagou somente a três bandas a soma de R$ 115,000,00 ( cento e quinze mil reais), sendo 55 mil de Zezo, 40 mil de Flávio José, e 20 mil do Forró dos Bossas), Isso com informações do diário oficial. Ainda teve outra banda  no mesmo dia de Zezo.
Dizem que o prefeito pagou banda até para uma localidade da Paraíba vizinha a Umbuzeiro. Ação para quem realmente, o dinheiro não está fazendo falta. Sem contar as festinhas pequenas nos Sítios, que em cada local tem artistas se apresentando com suas pequenas bandas. Realmente o povo gosta de festa. Mas será que é justo gastar tanto com o superficial, enquanto tem prestadores de serviços com dois, três, quatro, até cinco meses sem receber?
As pessoas por serem empregadas por contrato temporário ou prestadores de serviços, sofrem calados, porque se falar não recebem mais. É possível ver a tristeza no rosto das pessoas, mas pedem para não serem identificadas para não perderem o nada. As vezes dá dó, outras vezes dá raiva. Como as pessoas são capazes de ficar quatro meses sem receber e mesmo assim trabalhar?
Tive notícia que a UNIDADE EXECUTORA DAS ESCOLAS E O PROGRAMA MAIS EDUCAÇÃO, teve o dinheiro desbloqueado. Porém até aqui, ninguém informou de quanto foram estas verbas. Só ouvi o comentário que quem trabalhou no Mais Educação perdeu um mês. Trabalharam dois, foram suspensos, e na volta, tiveram a notícia que só vão receber um mês.
Perguntar não ofende: Se o dinheiro estava bloqueado, não era  inexistente. Porque ao desbloqueá-lo, um mês desapareceu?
Complicado!
Fico revoltada por saber dessa situação com meus colegas. Fico a pensar: E se fosse comigo?
Infelizmente não posso citar nomes para não prejudicar meus colegas. Se eles aceitam tamanha covardia, é porque precisam desesperadamente desta "merreca".
Só posso informar a população para contribuir na conscientização para que o povo acorde.
Qual é mais importante, pagar a um funcionário que trabalhou por 300, reais o mês inteiro ou trazer Zezo e Flávio para cantar duas horas cada um e levar dos cofres da PMO, dinheiro do povo, 95 mil reais por menos de quatro horas de trabalho somando as duas vozes dos brilhantes artistas?

Escrito por Madalena França.

Sem comentários:

Irmã de Lívio Aguiar fez um depoimento verdadeiro e real sobre seu trabalho : Suzana Trata com respeito e orgulho o desempenho de seu mandato.

Reforço este depoimento com quem tem conhecimento dos fatos: Lívio é realmente um vereador muito atento à saúde e a assistência social. ...