segunda-feira, 22 de outubro de 2018

Porque jamais nos vencerão

Por que jamais nos venceremos.

Se o Brasil tivesse uma imprensa digna da sua missão de informar, o Brasil não estaria à beira de cair sob o tacão do fascismo.
Se o Brasil tivesse instituições dignas de sua missão constitucional, não estaria na iminência de viver sob uma ditadura.
Se o Brasil tivesse liberais dignos de princípios e não amantes da velhacaria e de interesses eleitoreiros não estaria ao ponto de descer para a treva do autoritarismo.
Se Brasil tivesse uma elite econômica que amasse o país que sustenta sua fartura não estaria a um passo de regressarmos a escravatura.
Mas este país não os tem e por isso assistimos, indefesos, vê-lo atirado no lixo, submetido a um governante tosco, primário, imbecil, capaz de negar o direito mais básico que tem cada ser humano que aqui vive: o direito de ser brasileiro.
Quem assistir ao vídeo onde o Sr. Jair Bolsonaro despeja, com um discurso gutural o seu desejo de expulsar do país todos aqueles que não concordarem ou se submeterem a sua vontade fascista não pode deixar de perceber quão escura é a treva em que ele lançará esse país.
Desde Médici ninguém ameaçava um brasileiro com o exílio.
Mesmo os “bem-postos” – juízes, promotores, deputados, empresários, “mercadistas” – que odeiam o povo simples e humilde desse país não podem deixar de ver que vamos ser mergulhados na selva da violência estatal, numa situação em que as grandes maiorias da população serão submetidas à alternativa entre a vassalagem ou a insurreição.
As altas patentes militares, que aderem e se submetem a um capitãozinho “bunda-suja”, que há 30 anos garatujava no papel  planos de explodir bombas em quartéis para obter salário melhor –  se não sabem, deveriam saber  – enfiaram as forças armadas na idolatria da indisciplina, da conspiração, da deformação de só ter coragem de apontar as armas para seu próprio povo, o que as decai à condição que Caxias rejeitou, a de capitães do mato.
Errem. Suicidem-se. Escondam numa votação escandalosamente manipulada, onde a boa-fé do povo brasileiro aceita ver como “corruptos” os que nem de longe, mesmo na sua vileza, os que praticam a mais vil das corrupções: a de vender o Brasil, a de vender os direitos do nosso povo, a de vender o sagrado bem da liberdade para instaurar um governo de pústulas, de tatibitatis, de gente microcéfala e, pior, genuflexa ao ponto de bater continência para a bandeira norte-americana.
É de repetir Castro Alves e gritar para que Andrada arranque dos ares seu pendão para que não sirva de mortalha às liberdades.
O nazismo teve seu ápice, teve multidões, teve seus braços erguidos no “heil” de milhares encantados, hipnotizados.
Os que ousaram resistir teriam passado anos como ratos em suas tocas não fosse o fato de que eram homens e mulheres cercados pelos ratos.
Quis-se avançar como um Brasil de todos. Ninguém foi perseguido, nenhuma bolsa foi saqueada, nem mesmo os salões foram violados. Apenas – e muito timidamente entreabriu-se suas portas para que outros pudessem entrar.
Será que é ofensa demais ver o rosto cafuzo, mulato, crestado do sol ao seu lado no shopping, no avião, na loja? É tanto o desprezo à carne da qual se nutrem ao sangue do qual bebem, aos pobres que os fazem ricos?
Eis, senhores, numa palavra, a torpeza de seu crime. Querem a morte de quem os nutre, de quem lhes constrói as casas de luxo, as mansões, de quem compra seus produtos, de quem é escorchado por seus bancos, de quem consome as porcarias que colocam no mercado? Querem o sangue de quem nunca lhes tirou uma gota de seu champanhe?
Há, porém, uma arma mortal e sem defesa, apontada contra os senhores.
Chama-se história, responde pelo nome de marcha incontível dos povos pelos seus direitos e liberdades. Neguem-na, persigam-na, prendam-na, exilem-na: nada adiantará.
Ela triunfa. Sempre haverá festa quando ela voltar e vocês se forem. É certo que haverá dores, haverá filhos separados dos pais, haverá vidas interrompidas, algumas perdidas.
Ainda há tempo para um difícil acesso de lucidez, tão mais difícil quanto mais covardes são aqueles que poderiam provoca-lo.
Mesmo assim, a causa de vocês é perdida, inviável, perversa. Há e haverá sempre brasileiros que não se vergarão que seja de onde for, estarão de pé, a enfrenta-los. Vocês não têm mais a censura e o silêncio que tiveram, há meio século para implantar uma ditadura.
Vocês são os zumbis do tempo que se foi e não adianta que avancem como hordas ameaçadoras.
Nós somos a vida e a humanidade, e a vida humana triunfará.
Madalena França via Tijolaço.

sábado, 20 de outubro de 2018

Brasileiros no exterior protestam contra ditadura e pela democracia


Manifestantes se reuniram na Argentina, França, Holanda, Suíça, Noruega, no Reino Unido e nos Estados Unidos

Brasileiros no exterior protestam contra ditadura e pela democracia

Em Amsterdã, na Holanda, uma jovem levou um cartaz escrito a mão no qual se lia: “Minha avó sobreviveu ao holocausto, por ela luto contra o fascismo Brasil”. Em Londres, no Reino Unidos, os manifestantes homenagearam a vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) cujo assassinato, em março deste ano, ainda está sem solução.
O movimento Mulheres Unidas contra Bolsonaro reuniu manifestantes, em Paris, na França, com cartazes, faixas e imagens em tamanho ampliado de Manuela d’Ávila, a candidata a vice-presidente na chapa do candidato do PT Fernando Haddad.
A Bandeira do Brasil teve lugar de destaque, em Lausanne, na Suíça, onde os manifestantes defenderam a democracia e as liberdades. A comunidade brasileira na cidade portuguesa de Porto também saiu às ruas para protestar. Em tom crítico e seco, um cartaz dizia: “Fascismo nunca mais”.
Em Oslo, na Noruega, os manifestantes fizeram uma homenagem ao capoeirista baiano Romualdo Rosário da Costa, o Moa do Katendê, morto a facadas por intolerância política. Moa também foi homenageado recentemente em Salvador pelo músico Roger Waters, da banda de rock Pink Floyd.
Uma projeção externa foi feita em um prédio em Nova York, nos Estados Unidos, com uma frase escrita em inglês: “O maior dos erros: a ditadura militar”. Em Buenos Aires, o frio de 18°C e a chuva fina não incomodaram os manifestantes que saíram às ruas. Com informações da Agência Brasil.
Por Madalena França

Atos contra Bolsonaro, o fascismo e pedidos de ditadura nunca mais em todo país






Manifestantes estão reunidos em diversas cidades do país contra o fascismo, a favor da democracia e pelos direitos humanos e em defesa da liberdade de expressão, na tarde deste sábado (20). 

                                                       em Fortaleza

O ato foi organizado nas redes sociais  por movimentos de mulheres de distintos segmentos, entre eles Mulheres Unidas contra Bolsonaro.

                                                                Rio de Janeiro


                     Frente de Evangélicos presente na caminhada pela Democracia em Niterói!
                                                          Cinelândia, Rio de Janeiro.

 Milhares de pessoas lotaram a Praça da Cinelândia e percorreram até a Lapa, no Centro do Rio, durante os protestos contrários ao candidato  Jair Bolsonaro, do PSL. Gritos de ordem e faixa com os dizeres "#EleNão" e diversas várias contra a candidatura do ex-capitão marcaram o ato.A manifestação reúne com integrantes de movimentos sociais, estudantes, sindicatos e militantes de partidos político, torcidas organizadas.


                                                                          São Paulo

                                                               Campinas - São Paulo

Em São Paulo, a manifestação lotou o vão livre do Museu de Arte de São Paulo (Masp). A multidão chegou a extrapolar a área da praça e ocupou totalmente os dois sentidos da Avenida Paulista, na região central da capital. Ao som de tambores, centenas de pessoas gritavam “Ele não!”, “Ele Nunca!” e “Ele Jamais”, em referência a Bolsonaro.

A articulação do ato na capital paulista é dos mesmos coletivos de mulheres que organizaram o protesto do último dia 29 no Largo da Batata, zona oeste paulistana, contra o candidato.

Faixas de diversas cores e tamanhos se posicionavam contra as declarações do Bolsonaro consideradas ofensivas às mulheres, aos homossexuais e negros. Também podiam ser vistas bandeiras de centrais sindicais e partidos políticos em meio à multidão.

Embora organizado por coletivo femininistas, o protesto contou com público diverso: havia pais com os filhos no colo, adolescentes, casais de idosos e artistas de diversas linguagens. Ao logo do protesto, que deve chegar até a Praça da Sé, no centro da cidade, estão previstas intervenções do grupo de música afro Ilu Oba de Min e da cantora transgênero Liniker.

Para Fábia Carmen, uma das participantes da organização, que reúne cerca de 30 coletivos de mulheres, a mobilização foi fundamental para evitar que Bolsonaro obtivesse uma vitória já no primeiro turno da eleição: “Se a gente não tivesse lutado como a gente lutou, talvez não tivesse nem segundo turno”, enfatizou.

Segundo ela, independente do resultado das urnas no próximo domingo (28), é preciso manter a articulação para evitar retrocessos. “A gente acredita que tem que continuar na rua e não só em atos, mas nas localidades, nas conversas. Tem que avançar o debate sobre o que é fascismo, esse avanço desse movimento de retirada de direitos dos trabalhadores e das trabalhadoras”.

Em Brasília (DF), movimentos sociais e populares também realizaram um ato, neste sábado (20), contra o candidato Bolsonaro.

O protesto teve faixas e gritos contra o fascismo, a ditadura e as fake news de WhatsApp. Além disso, diversos militantes usaram cartazes em favor da candidatura de Fernando Haddad (PT) e sua vice, Manuela D'Ávila (PCdoB).

O protesto começou por volta das 16h na Rodoviária do Plano Piloto, região central da capital federal. De lá, os manifestarem marcharam, pelo Eixo Monumental, até a Fundação Nacional das Artes (Funarte). A caminhada interditou três faixas de rolamento, sob escolta da Polícia Militar do Distrito Federal.

Durante o ato, os manifestantes entoaram o já conhecido grito de "Ele, não" contra Bolsonaro, mas também pediram "ditadura nunca mais" e "livros, sim, armas, não", em referências às propostas de flexibilização do Estatuto do Desarmamento, do Bolsonaro

Os militantes também usaram faixas e cantos para questionar a ausência de Bolsonaro nos debates televisivos. Dirigentes de campanha do presidenciável declararam nesta semana que o candidato não irá a nenhum dos embates previstos pela emissora.

Em razão disso, em diversos dos momentos da manifestação, o grupo cantou: "O Bolsonaro, vem debater, na UTI, no hospital ou na TV". Com camisetas e faixas vermelhas, os participantes também se manifestaram a favor de Haddad. "Eu 'tô' com ele, eu 'tô' com ela, segundo turno é Haddad e Manuela", repetiram em coro.


                                                                   Em Goiânia

                                                                       Em Juiz de Fora 
                                                               Belo Horizonte



AS PRIMEIRAS PROVAS DE FRAUDE ELEITORAL

Vox Populi com Haddad subindo incrimina Datafolha e Ibope


Caiu como uma bomba a pesquisa Vox PopulI desta sexta-feira 19. Ao lado do escândalo do Whats App, a pesquisa mostra ilegitimidade das eleições. Mas não é só: Vox Populi PROVA que pesquisas estão sendo falsificadas. Há 14 pontos de diferença para Datafolha e Ibope. Quem está mentindo? O Blog da Cidadania vai descobrir. Na próxima semana, pedirá investigação à Justiça eleitoral
O Tribunal Superior Eleitoral informa que, em 2018, o Brasil tem 147,3 milhões de eleitores aptos a votar. O eleitorado brasileiro cresceu cerca de 3% em relação a 2014. Assim, cada ponto percentual dessa centena e meia de milhões de eleitores representa 1,47 milhão de eleitores.
O Blog da Cidadania expõe essa informação porque ela vai provar que um ou mais institutos de pesquisa estão mentindo sobre as intenções de voto para a eleição presidencial do próximo dia 28.
Segundo pesquisa Datafolha também recém-divulgada, Bolsonaro tem 59% das intenções de votos válidos, sem contar eleitores dispostos a votar em branco ou nulo, ou que estão indecisos. Fernando Haddad teria 41%, nessa pesquisa.
Também a última pesquisa Ibope sobre a eleição presidencial mostra o candidato Bolsonaro com 59% das intenções de voto contra 41% de Fernando Haddad.
As duas pesquisas mostram uma vantagem de DEZOITO (!!) pontos percentuais para Bolsonaro em relação a Haddad. Se cada ponto percentual de intenção de voto encerra 1,47 milhão de eleitores, Bolsonaro teria VINTE E SEIS MILHÕES DE VOTOS de vantagem sobre Haddad… Certo?
Muito bem… Pesquisa Vox Populi recém divulgada conta história bem diferente. Segundo a pesquisa, Bolsonaro tem 53% das intenções de votos válidos e Haddad tem 47%; a diferença entre os dois, nessa pesquisa, seria de apenas 6 pontos percentuais.
Fazendo o mesmo cálculo que para o resultado das pesquisas Datafolha Ibope, descobrimos que, no Vox Populi, Bolsonaro tem apenas OITO VÍRGULA OITO MILHÕES DE VOTOS de vantagem sobre Haddad.
A diferença da vantagem de Bolsonaro nas pesquisas Datafolha e Ibope, de um lado, e na pesquisa Vox Populi, de outro, é de DEZESSETE VÍRGULA DOIS MILHÕES DE VOTOS (!!)
Qualquer matemático ou estatístico dirá a você, caro leitor, que é LITERALMENTE IMPOSSÍVEL que pesquisas feitas sobre o mesmo universo estatístico possam chegar a diferença tão grande. É uma diferença praticamente igual a toda a população do Chile (!!).
Diante disso, na próxima semana o Blog da Cidadania representará à Procuradoria Geral Eleitoral contra os Institutos Datafolha, Ibope e Vox Populi pedindo que sejam investigados para saber qual deles está mentindo. Isso porque, sem sombra de dúvida, um deles está mentindo.
Detalhe: em 2010, o Blog da Cidadania fez denúncia igual e a Procuradoria mandou a Polícia Federal abrir investigação sobre TODOS os Institutos de pesquisa. Naquele ano, quem estava certo era o Vox Populi. E no primeiro turno da eleição deste ano, a pesquisa Vox Populi foi a que mais acertou.
Confira a reportagem em vídeo.

Quem são os Oroboenses eleitores de Bolsonaro?

Resultado de imagem para imagem de Orobó na festa de Nossa Senhora da Conceição Em uma terra guiada pela fé na Virgem da Conceição, eles não poderiam ser muitos. Quem é cristão verdadeiro e entende Deus, como seu guia , não podem defender tortura, racismo, preconceito, discriminação de qualquer tipo de pessoa. Seja negro, pobre, índio, quilombola ,mulheres , ou homossexuais. Deus veio para todos. E foi justamente pelos pecadores que ele morreu.
Quem são os eleitores do coiso em Orobó?
Em primeiro lugar , os ditos cristão evangélicos alienados, por pastores oportunistas que nada tem de Cristãos. Trocaram o Glória Deus, por Glória Bolsonaro  e a Bíblia pelas armas .( Deus está na Morte? Na tortura? na negação as mulheres? na discriminação a pessoas? Em qual capítulo da Bíblia os pastores encontraram a frase: Bandido bom é bandido morto? 
Em segundo , lugar vem os logistas. Para não pagar encargos e direitos trabalhistas, pois o "coiso", quer a redução dos impostos dos ricos e nenhum direito trabalhista. Eles esquecem que o eleitor de Bozo é seu concorrente. Quem entra na sua loja para comprar, é quem recebe bolsa família, são os aposentados, são os que recebem décimo terceiro e férias. Eliminando-se tudo isso, que é o projeto do filho das trevas, a quem vocês venderão?
Quanto mais o pobre for escravizado, mas suas lojas se esvaziarão e ai vocês verão que cliente bom é cliente pobre!
A terceira leva são os ligados a carreira militar. Ai se inclui, polícia Civil, Militar, bombeiros  e seus familiares. Essa categoria o Coiso valoriza. Podem ter realmente um aumento salarial se ele vier a assumir. Mais  eu perguntaria a esses? Já que todos vão ter armas, e se bandido bom é bandido morto, só morrerão bandidos? Seus filhos e netos estarão protegidos nas ruas, na escola, nas praças em meio a rios de sangue que poderá vir a se derramar?
Se armas fossem garantia de vida, não morreria ninguém nas guerras e nem um policial morreria,afinal eles são treinados para matar.

E por fim, meia dúzia de alienados ditos católicos, falsos moralistas que se acham donos da razão e com o poder de criticar a corrupção, que para eles é do PT, mas recebem bolsa família, recorrem ao SAMU, andam nos amarelinhos escolares, estudam em universidade pública, alguns moram em casa dada pelo governo,tudo programas do PT.
Além disso votam por dinheiro, cimento, tijolo, piçarro, pipa d'água, corta fila de banco, sonega impostos,  porque corrupção boa é a sua. A dos outros é pecado.


Peguntar não ofende: De onde vem o Deus desse povo?  Como eles se verão diante de Deus, que sempre foi o maior defensor dos humildes e humilhados e veio para os pecadores e não para os santos?
E viva a Ditadura Militar?

Por Madalena França.


Paulo Câmara: Não vamos desistir do Brasil e mostraremos essa resistência em Pernambuco…



Reeleito no primeiro turno em Pernambuco, o governador Paulo Câmara (PSB) reuniu, na tarde de ontem (19), um grande conjunto de prefeitos, ex-prefeitos, vereadores, deputados e lideranças políticas pernambucanas para reafirmar o apoio ao presidenciável Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições 2018. Cerca de mil líderes de todas as regiões do Estado lotaram o Centro de Convenções do Hotel Canariu’s, em Gravatá, no Agreste, para confirmar que estão ao lado de Paulo e Haddad para garantir dias melhores no Brasil.

Durante o encontro, Paulo fez um agradecimento às lideranças pelo apoio dado no primeiro turno em Pernambuco e pediu que a mobilização se repita na campanha de Haddad, sobretudo nesta reta final que antecede o pleito. “O desafio que nós temos até dia 27 é importante e necessário. O Brasil já está dando passos para trás e a gente não pode deixar dar passos mais largos ainda. Vamos em frente nesta última semana. Vocês viram no primeiro turno que na última semana aconteceu muita coisa. Não vamos desistir do Brasil e vamos mostrar essa resistência em Pernambuco”, afirmou.

O socialista destacou que a força do Nordeste será primordial para garantir resultados expressivos em favor de Haddad e lembrou os avanços promovidos na gestão do ex-presidente Lula, sobretudo na região. “O caminho de Lula de diminuir desigualdade sociais e regionais, de gerar emprego e renda são valores que não podemos deixar escapar de maneira nenhuma. Falar nisso é falar de futuro. O que a gente já conhece e sabe que dá certo. Haddad representa isso. Ele teve pouco tempo de mostrar na campanha e está se esforçando no segundo turno. As fake news estão espalhadas e com grupos poderosos por trás disso, como foi noticiado. Mas a verdade sempre estará na frente”, defendeu o governador.

Eleita vice-governadora, a presidente nacional do PCdoB, Luciana Santos, destacou que a eleição de Bolsonaro representa uma ameaça ao Brasil e que é preciso dialogar com a população e mostrar o melhor projeto presidencial. “Ele representa o que há de pior na política. Precisamos, portanto, fazer o debate de ideias. A primeira semana após o primeiro turno foi de violência política. Esta candidatura (de Bolsonaro) está fazendo caixa dois e financiamento eleitoral. É a junção de crimes cometidos com as fake news. Pernambuco vai demonstrar que tem altivez. Vamos garantir a vitória do que representa o legado do melhor presidente que já tivemos, que foi Lula”, declarou.

O senador reeleito Humberto Costa (PT) destacou a disparidade entre os projetos representados por Fernando Haddad e Jair Bolsonaro e o risco que o o candidato oposto apresenta para o Brasil. “De um lado a gente tem alguém que a gente conhece. Um candidato preparado, que foi ministro, que criou o Prouni, Pronatec, e em todo município existe uma ação de Fernando Haddad, que é representante de um projeto que nós conhecemos. O candidato da democracia, da defesa da Constituição. Do outro lado, temos um homem que ninguém sabe o que ele é. Ou melhor. A gente sabe que ele é uma pessoa despreparada, alguém folclórico”, avaliou.

Representando mais de 100 prefeitos pernambucanos que participaram do encontro, o chefe do Executivo em Afogados da Ingazeira, José Patriota (PSB), reforçou a necessidade de cada liderança municipal no pleito que se aproxima. Ele também falou da importância da vitória de Haddad para garantir as parcerias entre Pernambuco e o Governo Federal. “Não podemos baixar a cabeça e nos omitir. Esta é a hora de demonstrarmos força, coragem e autonomia. Eleição se ganha no dia com o voto. Vamos trabalhar e mostrar a liderança de Paulo Câmara garantindo uma vitória expressiva de Haddad”, pontuou.

Candidata no primeiro turno das eleições, Dani Portela (PSol) também participou da atividade e destacou a união realizada na segunda etapa do pleito em favor da Haddad. “Há poucos dias estávamos em palanques opostos. Hoje a nossa união se da para defender democracia no Brasil”, pontuou.

CAFÉ DA MANHÃ

Em mais um ato de apoio ao presidenciável Fernando Haddad (PT), o governador Paulo Câmara (PSB) reuniu, na manhã desta sexta-feira, atuais deputados estaduais e federais, novos parlamentares eleitos, além de lideranças partidárias, em um café da manhã realizado no Recife Praia Hotel, no Pina. Paulo reforçou a importância que a vitória de Haddad terá para garantia dos direitos democráticos no Brasil, a volta do crescimento do país e o impacto disso em Pernambuco. A atividade contou com a participação de representantes do PR, PP, PCdoB, PSol, PT, MDB, PSD, PPL, PSC e PSB.

Madalena França via Dimas Santos
Imagem relacionada Neste sábado ilumine-se com as luzes do Espirito Santo, sorria para a vida, agradeça a dádiva de acordar, de ter um lar, de ter amigos, se ser luz na vida dos outros.
Conhecer a si mesmo é o privilégio  de saber amar o santuário da morada de Deus que existe dentro de você.
Sábado é dia de ser feliz!
Todo caminho começa no primeiro passo e se chegar ao lugar desejado parece complicado de mais, refaça os caminhos,  e estacione se preciso , para o repouso do cansaço da estrada.
Muitas vezes parar  é sabedoria. A alta velocidade dos sonhos, pode nos tirar a sensatez da chegada.
Pise no freio , modere  a teimosia de chegar a  um lugar chamado  vitória , a qualquer custo e por qualquer caminho. Muitas vezes o abismos que lhe ronda não vale a pena suportar a poeira da estrada.
Fim de semana começou. Faça  o melhor possível com o que tem onde estiver. Sorria! Viver é maravilhoso!
Um abençoado e Feliz sábado para você.
Bom dia! amigos leitores.

Madalena França.


O inquérito “slow motion” e a República dos Bananas


Não é a “República das Bananas”, as Banana Republic como os norte-americanos chamavam nos meados do século passado os países da América Central governados sob os interesses da United Fruit Company, que depois virou Chiquita Brands, nas mãos de George Bush, pai, e terminou comprada pelos milionários das famílias Cutrale e Safra.
Essa, nós já estamos voltando a ser e seremos completamente após 1° de janeiro a confirmar-se a derrota do Brasil com a vitória de Jair Bolsonaro, um presidente que bate continência à bandeira dos Estados Unidos, literalmente.
Refiro-me mesmo à República dos “Bananas”, autoridades públicas que, embora sejam capazes de produzir centenas de operações de busca e apreensão diante de qualquer denúncia  de corrupção, quando confrontadas à uma denúncia de gravíssima corrupção do processo eleitoral empurram com a barriga, a passo de cágado, a investigação sobre a “mãe de todas as corrupções”, a corrupção do processo eleitoral.
A jornalista Patrícia Campos Melo deu nomes e valores aplicados na propagação, por empresas, de “fake news” pelo Whatsapp em favor de Jair Bolsonaro.
A direção da empresa de mensagens instantâneas, ao notificar e bloquear as contas das empresas que disparavam as mensagens ilegais, acaba de comprovar que isso ocorreu, até porque ela tem registros de toda a atividade na rede.
Mas o Corregedor do TSE . Jorge Mussi, preferiu abrir uma “investigação” que dispensa a produção de provas sobre tudo isso pela via da busca e apreensão dos contratos e relatórios de execução do ataque cibernético e abre, a partir de amanhã, prazo de cinco dias para a destruição das provas, digo, para a “manifestação” de empresas de produção de “fake news” cuja atividade foi assim reconhecida pela própria empresa que lhes dava a ferramenta cibernética para fazê-lo.
Não é outra coisa o que vivemos há vários anos: um Judiciário implacável contra um lado e “bananão” contra outro.
Nisso, com a ajuda luxuosa da Procuradoria Geral  da República que quer “investigação contra todos”, talvez para apurar “fake news” petistas sobre Bolsonaro fazer apologia do estupro, da tortura, do extermínio de “30 mil”, de fechar o Congresso e de “metralhar os petistas”  que  ele falou, gravou e nem mesmo diz-se arrependido.
Sem falar, claro, nos “bananas morais” que se justificam com os erros e desvios do PT para permitirem a ascensão de um fascista à Presidência, na esperança de tirarem lucros políticos disso, achando que o o alfange do autoritarismo, ao cortar a cabeça do petismo e garantir que Lula apodreça na cadeia facilitará um 2022 que só existe nos seus sonhos ingênuos.
O país foi deixado, com a complacência dos “isentões”, desta súcia de covardes, nas mãos de homens toscos e primários, financiados por outros toscos e arrivistas do dinheiro.
Morra a política, morram as idéias, calem-se os argumentos; queremos as ondas cibernéticas, a mentira em profusão, viva o Whattsapp!

sexta-feira, 19 de outubro de 2018

Antonio Andrade ,Parabéns pela passagem dos seus Anos. Felicidades!

A imagem pode conter: 2 pessoas, pessoas sorrindo

Pessoas se afinam. Ninguém ama quem não admira, nem fica por perto de quem lhe contraria.
Não seria exagerada em lhe chamar de Amigo. Nos conhecemos recentemente. Amigo para mim, é tesouro precioso demais . Para mim, a amizade é a mais perfeita fórmula do AMOR! porque é um amor totalmente isento de qualquer interesse. Ai sim é o amor mais verdadeiro. Por isso, eu custo muito chamar alguém de amigo. Mas me arisco em dizer que você é um ser humano que me transmitiu uma energia positiva e vontade de me aproximar.
Hoje é seu aniversário e por essa data especial ,eu lhe desejo Vida!
Viver para mim representa muito mais que respirar, que ir e vir, que dormir e acordar.
Viver é antes de tudo ser feliz!É ver Deus no outro, é abraçar e querer bem, é sorrir sem motivos, é ser luz na vida de alguém, é ter família, colo de mãe, abraço de amigo, cheiro de comida fresquinha, pés descalço ao tocar o chão, orvalho da noite, silêncio da madrugada num elo entre o ser homem e Deus, o seu criador.
Eu te desejo muitas bênçãos. Que o ano que hoje se inicia para você ,seja o melhor de todos. Feliz aniversário! Um abração.
Sua colega virtual, Madalena França

quinta-feira, 18 de outubro de 2018

Como vão os professores que se sentiram representados pela candidata do Juramento do Dedinho?

Resultado de imagem para Imagem de gratidão Passou o Dia dos professores, que é o pai de todas as outras profissões. Graças a Deus desde o 15 de outubro até hoje ,não paro de receber mensagens de carinho e de reconhecimento pelo meu empenho tanto na dedicação aos meus alunos como também pela defesa dos direitos de minha Classe. Obrigada a todos.
Como nunca me senti representada pela deputada não eleita, a mim não fez falta alguma.
Mas como perguntar não ofende, fiquei curiosa em saber: Você que foi intimada a deixar as escolas e se vestir de verde, para pedir voto para "Representante dos professores", que concorreu a ALEPE, ainda continua se sentindo bem representada?
Passados as eleições , nem uma notinha se quer nas redes para lhe parabenizar pelo seu dia?
Que falta de gratidão a um grupo tão importante que ela dizia representar, e que lutou muito por sua vitória? Mesmo a vitória não tendo vindo, dizer obrigado pelo esforço, valeu companheiras! não custava dois minuto para digitar uma nota.
Saudades das nossas festas no Clube Municipal, na quadra da Paulo Freire, com Bandas e repertório da Jovem Guarda, Jantar, bolo, salgados, vinho, cerveja, sorteios, presentes e muita alegria... Isso Valdinha e o Saudoso Manoel João  sabiam fazer com muito gosto e zelo. Inclusive Biguriu, quando esteve a frente da Educação. Sem falar dos nossos bônus, rateios de final de ano. Se era com verbas do FUNDEB? E daí? E hoje para onde foi tudo isso? O FUNDEB acabou?
O povo que diz lhe representar ,só se lembra de você os 45 dias da campanha! Eleição acabou? Quem é você? Você ainda existe?
Fica a dica.Se liga povo iludido!

Por Madalena França.


Mais de 2 mil médicos lançam manifesto de apoio a Haddad


Por Madalena França

Stuckert:

"Apoiamos a candidatura de Fernando Haddad contra o retrocesso que Bolsonaro representa para a saúde e para a vida dos brasileiros", diz a página 'Médicos com Haddad'; a categoria denuncia o apoio à 'PEC da morte', que congela por 20 anos os investimentos em saúde; a defesa da reforma trabalhista, bem como o apoio "ao governo Michel Temer que trouxe desemprego e degradação das condições de vida do povo". https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/372487/Mais-de-2-mil-m%C3%A9dicos-lan%C3%A7am-manifesto-de-apoio-a-Haddad.htm